Todas as cinco partidas da quinta rodada do Campeonato Paraibano vão acontecer neste domingo. Os confrontos também representam o fim do primeiro turno da fase de grupos do estadual. E o principal destaque vai para o Clássico dos Maiorais entre Treze e Campinense, que acontece no Estádio Amigão. Enquanto isso, em Cajazeiras, o Atlético-PB, líder do Grupo B, recebe o Botafogo-PB, que busca diminuir a distância para o Campinense na Chave A. No Almeidão, os desesperados CSP e Auto Esporte lutam pelas primeiras vitórias em 2018. Em Sousa, o Dinossauro quer manter o embalo contra a Desportiva Guarabira, que tem técnico novo. Por fim, o Nacional de Patos, em ascensão, recebe o Serrano-PB.

Treze x Campinense

Local: Estádio Amigão, em Campina Grande
Horário: 16h
Arbitragem: João Bosco Sátiro, Oberto Santos e José Maria Neto

O primeiro Clássico dos Maiorais de 2018 vai acontecer com os rivais em momentos bastante diferentes. O Treze chega com o sinal de alerta ligado, pois vem de derrota para o Sousa dentro de casa e só venceu uma única vez no estadual. Inclusive, no tropeço de quarta-feira para o Dinossauro, a torcida não perdoou nem o elenco do Galo, muito menos o técnico Oliveira Canindé. Todos deixaram o gramado vaiados. E falando em fazer as pazes com o torcedor, o treinador alvinegro já garantiu que o time titular está de volta. A expectativa gira em torno de Reinaldo Alagoano, que ainda não marcou com a camisa trezeana em partidas oficiais.

Já no Campinense o momento é bem diferente. Até aqui, a Raposa só sabe o que é vencer pelo Campeonato Paraibano. São quatro jogos, quatro vitórias, o melhor ataque e também a melhor defesa. Mesmo com um elenco reduzido, o Rubro-Negro possui uma larga vantagem para os adversários do Grupo A e nada melhor do que ajudar a afundar o rival para elever o moral da equipe. Apesar do excelente momento, o técnico Celso Teixeira descartou o favoritismo do seu time diante do Treze e afirmou que, num clássico, tudo pode acontecer.

Vale ressaltar que este vai ser o primeiro encontro de Oliveira Canindé, como técnico do Treze, com o Campinense, o seu ex-clube. Em contrapartida, também vai ser a primeira vez que Celso Teixeira, ex-comandante do Galo, vai rever o seu antigo time.

CSP x Auto Esporte

Local: Estádio Almeidão, em João Pessoa
Horário: 16h
Arbitragem: Pablo Alves, Josiel Ferreira, Francielton Vieira

Um encontro de desesperados no Almeidão. CSP e Auto Esporte são os últimos colocados dos seus respectivos grupos e a partida de logo mais pode aliviar a situação de algum. No Tigre, o desempenho tem sido frustrante. São dois empates e duas derrotas, com direito a dois gols marcados e cinco sofridos. O revés para o Nacional de Patos dentro de casa deixou o técnico Léo Oliveira preocupado. Em um campeonato de apenas 10 rodadas, todo cuidade é pouco. As expectativas são depositadas em Hélio Paraíba, que estreou na rodada passada e vai em busca do primeiro gol no estadual.

Enquanto isso, o momento do Auto Esporte é ainda pior. O Macaco Autino só perdeu até aqui e a derrota para o Atlético-PB, em Cajazeiras, resultou na queda de Severino Maia como técnico da equipe. A partir de agora, Maia passou a ser auxiliar de Ramiro Souza, que foi emprestado pelo Botafogo-PB e assumiu o comando do Alvirrubro. O treinador que salvou o Belo da queda para a Série D do Brasileirão tem a missão de resgatar o Auto no Campeonato Paraibano.

Atlético de Cajazeiras x Botafogo-PB

Local: Estádio Perpetão, em Cajazeiras
Horário: 17h
Arbitragem: Renan Roberto, Márcio Freire, Tarcísio José

Atlético de Cajazeiras e Botafogo-PB vão reeditar a semifinal do Campeonato Paraibano de 2017. Naquela ocasião, o Belo levou a melhor nos dois jogos, mas a vantagem foi ainda maior jogando no Estádio Perpetão. Porém, o cenário agora é outro, as duas equipes contam com novos treinadores e elencos diferentes. No lado do Trovão Azul, o time não só respirou aliviado após voltar a vencer no estadual, como também assumiu a liderança do Grupo B, com 6 pontos e um aproveitamento de 50%. Para a partida complicada contra o Alvinegro de João Pessoa, os atleticanos apostam no fator casa para vencer o jogo e se manter na ponta da tabela.

Apesar de estar na segunda colocação do Grupo A, o Botafogo-PB possui pontuação maior que todas as cinco equipes da Chave B, incluíndo o Atlético-PB. O Belo soma 8 pontos, com duas vitórias e dois empates. Na última quarta-feira, a equipe botafoguense venceu a Desportiva Guarabira por 4 a 1 de virada e quer seguir ganhando para não deixar o Campinense se distanciar ainda mais. No duelo deste domingo no Sertão, a expectativa é que o técnico Leston Júnior siga rodando o elenco. Principalmente porque nesta quarta-feira, o Alvinegro tem uma das partidas mais importantes do primeiro semestre, quando encara o Floresta-CE fora de casa, pela primeira fase da Copa do Brasil.

Sousa x Desportiva Guarabira

Local: Estádio Marizão, em Sousa
Horário: 17h
Arbitragem: Clizaldo Luiz, Kildenn Tadeu, Paulo Ricardo

Separados por grupos e também por quatro pontos, Sousa e Desportiva Guarabira se enfrentam no Marizão neste domingo. O momento do Dinossauro é bom desde que Jazon Vieira assumiu o comando técnico. A equipe vem de duas vitórias no estadual, na última quarta-feira, o triunfo foi fora de casa contra o Treze. Contudo, para a quinta rodada, o Alviverde não pode bobear e vai precisar se impor dentro do seu estádio para derrotar o adversário do Brejo.

Já a Desportiva está de técnico. O terceiro tropeço no Paraibano resultou na demissão de Wassil Mendes. E para o seu lugar, Luciano Silva, ex-Treze e Serrano-PB, foi contratado. O novo treinador tem um desafio do comandante no futebol da Paraíba não vai ser nada fácil, o Azulão do Brejo está na parte de baixo do Grupo B e tem a defesa mais vazada da competição. Foram nove gols sofridos em quatro jogos disputados. Neste domingo, o atual vice-campeão da segunda divisão paraibana é o azarão.

Nacional de Patos x Serrano-PB

Local: Estádio José Cavalcanti, em Patos
Horário: 17h
Arbitragem: Francisco Gilson, Michelson Nóbrega, Adailton Anacleto

Completando a rodada, o Nacional de Patos recebe o Serrano-PB no José Cavalcanti. O Naça vive um momento parecido com o do Sousa, acumula duas vitórias seguidas e quer manter o embalo para seguir na zona de classificação para a fase de mata-mata. São 7 pontos somados, com duas vitórias, um empate e uma derrota. Apesar do bom momento, o adversário deste domingo não é dos mais fáceis e vencer o Lobo da Serra vai ajudar o Canário do Sertão a se distanciar do risco da zona de perigo.

A derrota por 3 a 0 para o Campinense mostrou a diferença dentro de campo do então melhor time da Chave A para o Serrano-PB, que era o primeiro colocado do Grupo B. Apesar do prejuízo, o Lobo da Serra só caiu uma posição, perdendo a ponta para o Atlético-PB por causa do saldo de gols. Para a partida fora de casa, o técnico Suélio Lacerda precisa mostrar que o tropeço para a Raposa não abalou o elenco e que as chances de classificação ainda são muito possíveis. Com GE/PB.

Comente

Antares

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here