Com duas denúncias nas costas e afastado da prefeitura, Dinaldinho mostra coragem nas redes sociais

Afastado da Prefeitura de Patos desde o dia 14 de agosto do ano passado e respondendo a pelo menos duas denúncias no Ministério Público da Paraíba, Dinaldinho Wanderley (PSDB) não tem demonstrado sinais de abatimento.

Em vídeo publicado nas redes sociais, ele mostrou preocupação e apreensão com algo muito mais rotineiro do que estar na mira Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) da Paraíba: colher sangue para exames. Pelo menos, coragem para isso ele teve.

“Check up! Coragem sobrando para fazer exame de sangue”

Confira o registro:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Check up! Coragem sobrando para fazer exame de sangue. #Deus Família #Trabalho

Uma publicação compartilhada por Dinaldinho (@dinaldinho) em

Entenda

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) denunciou em 14 de agosto do ano passado 13 pessoas, dentre elas Dinaldinho, na “Operação Cidade Luz”. De acordo com a investigação, houve um enriquecimento ilícito inicial de R$ 730 mil aos investigados, de um total de R$ 1,09 milhão pagos pela Prefeitura Municipal de Patos em empenhos, em apenas 10 meses.

A segunda denúncia, protocolada em novembro de 2018, a qual Dinaldinho responde é referente a supostos abastecimentos irregulares de carros próprios com recursos públicos. Segundo o Gaeco, foram 280. Além de Dinaldinho, foram denunciados o ex-assessor dele, Múcio Sátyro Filho, e o administrador da rede de combustíveis, Fábio Henrique Silveira Nogueira.

Comente