Com apoio até do líder do governo, Berg deve ser afastado pela Câmara nesta terça

Vereadores definem comissão que analisará pedido de cassação de Berg

A Câmara de Bayeux está aprontando um presente nada agradável para o prefeito Berg Lima (Podemos). A sessão ordinária desta terça-feira (11) na Casa Severaque Dionísio, prevista para começar às 9h, deve aprovar o pedido de afastamento imediato do prefeito por improbidade administrativa, por um prazo de no mínimo 30 dias. Caso seja aprovado, quem assume é o vice-prefeito Luís Antônio (PSDB).

O pedido de afastamento é feito por Roni Alencar (PMN), Cabo Rubem (PSB), Uedson Orelha (PSL) Noquinha (PSL), Jeferson Kita (PSB), Adriano Martins (PMDB), Zé Baixinho (PMN), Adriano do Taxi (PSL), Luciene de Fofinho (PSB), Netinho (PSD), Inaldo Andrade (PR), e o líder do governo, Lico (PSB).

 

Comente