Publicidade
Política

Cida propõe Hospital da Mulher em João Pessoa, promessa não cumprida de Cartaxo

A saúde pública é uma das áreas essenciais que mais padece na atual gestão da Prefeitura de João Pessoa. Essa é a constatação que a pré-candidata a prefeita pelo PSB, Cida Ramos, faz ao ouvir a população, em todos os bairros da cidade. Em um município que a maioria da população é feminina, a socialista propõe a construção do Hospital da Mulher, uma promessa de campanha do atual prefeito em 2012 que não foi cumprida por falta de projeto.

- Continua depois da publicidade -

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), João Pessoa possui 385.732 mulheres residentes, o que equivale a 53,31% da população total. Porém, essa parcela da população é pouco assistida pelo poder público municipal. De acordo com Cida, a cidade carece de uma atenção especializada para esse público. “Nós queremos implantar em João Pessoa o Hospital da Mulher para ser referência em ginecologia, acompanhar mulheres com gravidez de risco, realizar exames de média e alta complexidade e dar acesso a especialistas”, definiu a socialista, em entrevista à TV Master.

Cida explicou que é constante a reclamação da demora na realização de exames específicos na Rede Municipal de Saúde. “A realidade atual das mulheres que precisam de um exame como a mamografia é muito difícil. Se passa até dois anos para ter acesso a um exame como esse em João Pessoa. Nós vamos criar esse hospital para dar um atendimento qualificado para as mulheres e para poder cobrir uma lacuna existente na cidade. As mulheres são maioria na população e é preciso olhar com atenção para a demanda delas”, defendeu a pré-candidata socialista.

Além da oferta ambulatorial, Cida propõe que o Hospital da Mulher em João Pessoa também seja referência em casos extemporâneos, como por exemplo, no atendimento às mulheres vítimas de violência. “Nós não temos um hospital para atender esse público. Esse hospital foi prometido e não foi cumprido. Na minha gestão, ele será um serviço de alta complexidade muito importante, que vai poder dar suporte a outros hospitais, como o Hospital Napoleão Laureano”, explicou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar