Cícero se reúne com construtores no Sinduscon e exibe propostas para JP

Candidato apresentou soluções viáveis para incentivar o setor produtivo na Capital, através de medidas equilibradas, seguras e inovadoras

O candidato à prefeitura de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), participou na noite desta quarta-feira (18) de diálogo com empresários da construção civil na sede do Sinduscon, onde apresentou soluções viáveis para incentivar o setor produtivo na capital, através de medidas equilibradas, seguras e inovadoras.

Cícero destacou a necessidade de investimentos na área de tecnologia para encurtar o prazo para emissão de alvarás por parte da prefeitura de João Pessoa, lembrando que em 2012 propunha que este documento fosse expedido em no máximo 24 horas. E hoje a tecnologia permite que isso ocorra em minutos. Atualmente os construtores esperam meses pelo documento. “É inadmissível que a estrutura tecnológica da prefeitura seja a mesma que deixei há tantos anos. Para os senhores terem uma ideia a Carta Cartográfica do Município ainda é a que fizemos. O que vemos hoje em João Pessoa é um processo de acomodação e omissão do Poder Público”, desabafou Cícero.

Sobre a outorga onerosa, Cícero propôs que os empresários da construção civil possam parcelar sem juros e em maior número de prestações o pagamento do tributo, podendo inclusive utilizá-lo como instrumento de desenvolvimento para áreas da cidade como o centro. “O Centro Histórico tem a necessidade urgente de um olhar de quem quer cuidar da cidade. Dessa forma estaremos proporcionando para aquela área a chance de ser revitalizada de forma concreta e objetiva”, comenta.

Segundo o candidato, a fórmula utilizada para a recuperação e manutenção de centros históricos em todo o mundo passa pela instalação de comércio, serviços e moradias. Por se tratar de área que conta com toda a infraestrutura, os custos para a administração são reduzidos e os benefícios promovem o renascimento do espaço. “Vamos voltar a ocupar o espaço com cultura, com arte, serviços, tecnologia, por entendermos que é um potencial muito grande para fazermos o desenvolvimento e a manutenção com qualidade de toda aquela região”, destaca.

Após o Centro Histórico, o modelo de outorga reversa vai ser estendida a outras regiões da cidade, promovendo o adensamento populacional com todos os equipamentos públicos necessários para a vida comunitária. De acordo com Cícero, sua gestão vai buscar agir sempre com parceria para alcançar mais benefícios aos cidadãos.