- Publicidade -
Cotidiano

Chove forte no Sertão da PB e açude São Gonçalo tem recarga d’água de 25%

A Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) registrou chuvas consideradas significativas nos últimos dias em algumas cidades do Sertão paraibano. Em Sousa, onde a precipitação foi de 109 milímetros na terça-feira (22), o açude São Gonçalo teve recarga e passou de 2% para 27% da capacidade em duas semanas. Já em Cajazeiras, o Açude Grande, que fica no Centro, sangrou.

- Continua depois da publicidade -

Segundo o meteorologista da Aesa Lindenberg Silva, o que está causando essas chuvas é a mistura de duas coisas. “Basicamente, o que a gente precisa para essas chuvas é calor e umidade. Por isso elas acontecem, principalmente, no fim da tarde e início da noite”, explicou.

Na quarta-feira (23), três cidades do Sertão registraram precipitações significativas. Em São José do Brejo do Cruz, foram 40 mm. Já em Lagoa, na região de Catolé do Rocha, a Aesa registrou 49 mm. O maior nível foi em São Bento, com 77,5 mm.

Na zona rural do município de Paulista, a 450 km de João Pessoa, as chuvas aumentaram o volume de água em alguns mananciais da região, que chegaram a sangrar. O Rio Piranhas, por exemplo, subiu o volume e um veículo Hilux que passava em uma via ficou atolado e quase foi encoberto pela água. De acordo com a Aesa, houve chuva em 77 locais da Paraíba entre terça e quarta-feira.

‘O fenômeno do Vórtice Ciclônico de Altos Níveis se deslocou favorecendo essas chuvas. Até o fim do mês, as chuvas devem continuar por causa dessas situações, principalmente no Sertão paraibano”, afirmou Lindenberg Silva. As informações são do G1.

Comente

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar