Casos de Covid-19 disparam no Nordeste; confira os números nos estados

Dados do Ministério da Saúde mostram que região é a que apresenta maior aumento proporcional de casos oficiais de coronavírus no Brasil

A região Nordeste é a que apresenta o maior aumento proporcional de casos oficiais de Covid-19 no Brasil. Com 1.849, a Paraíba é quarto estado da região com menor número de casos registrados.

Segundo dados divulgados na noite desta quinta-feira (7) pelo Ministério da Saúde, os estados nordestinos correspondem a 31,2% de todos os registros da doença no País, quase o dobro do que há um mês. No total, o Brasil todo já passou dos 135 mil casos e das 9 mil mortes.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, o sudeste continua registrando a maior fatia de casos no Brasil (44,9%), mas a proporção diminui de ontem para hoje (antes eram 45,8%). Em seguida está justamente a região Nordeste (31,2%), e depois vêm Norte (15,8%), Sul (5,1%) e Centro-Oeste (3%).

Cerca de 25% da população brasileira vive no Nordeste, mas os 42.157 casos contabilizados na região equivalem a 31,2% de todo o País.

Na quarta-feira (6), este número era de 30,5% e, há exato um mês, era de 17,6%. O aumento proporcional nesse período, de 7 de abril até hoje, é de 77%.

No Norte, onde vive 9% da população brasileira, os casos de Covid-19 equivalem a 15,8% do total do País (21.377 registros). Ontem, eram 15,6%; há três dias, 12%. O número também tem aumentado no último mês: em 7 de abril, a região inteira correspondia a apenas 6,9% dos casos contabilizados.

No sudeste também há mais casos proporcionais (44,9%) do que população (38,3%), em relação a todo o Brasil. A relação se inverte no Centro-Oeste (7,6% de população; 3% dos casos) e no Sul (13% de população; 5,1% dos casos).

As maiores taxas de mortalidade da Covid-19 do Brasil estão na região Norte. O Amapá registra 2.600 casos oficiais a cada milhão de habitantes; o Amazonas vem logo atrás, com 2.437 contaminados por milhão; e Roraima aparece em seguida, com 1.684 casos por milhão de pessoas, sempre segundo o Ministério da Saúde.

Quanto à taxa de mortalidade, a maior é do Amazonas: 194 óbitos a cada 1 milhão de habitantes (no total, 10.099 casos oficiais e 806 mortes). Em seguida estão Ceará (99 vítimas fatais por 1 milhão de pessoas); em seguida aparece Pernambuco (88 por milhão); Rio de Janeiro (81) e Amapá (72).

Confira abaixo a situação nos estados nordestinos

Estados Casos confirmados Número de mortes
Ceará 13.888 903
Pernambuco 10.824 845
Maranhão 5.909 330
Bahia 4.528 165
Alagoas 1.867 98
Paraíba 1.849 111
Rio Grande do Norte 1.739 76
Sergipe 1.214 25
Piauí 1.131 37

 

Comente