Casos de coronavírus no mundo passam de 2 milhões, diz universidade norte-americana

O número de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus superou os 2 milhões, segundo os dados compilados pela universidade norte-americana Johns Hopkins.

A marca foi atingida nesta quarta-feira (15) e chama atenção pela velocidade qual o vírus tem se espalhado pelo mundo.

Desde que a Organização Mundial da Saúde recebeu das autoridades chinesas o primeiro alerta do surto de uma nova doença na cidade de Wuhan, na China, foram necessários 93 dias para o marco de 1 milhão de casos confirmados ser atingido, em 2 de abril. Apenas 13 dias depois, chega ao seu segundo milhão.

Os Estados Unidos são o país mais afetado pela doença, com cerca de 600 mil casos confirmados, o equivalente a 30% do total. Países europeus, como Itália, Espanha e França, também estão entre os com maior número de contágios.

No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, até esta terça-feira (14), eram 25.262 casos confirmados, com 1.532 mortes.

Do Exame.

Comente