Caso de homem que saiu de casa devido ao alcoolismo e veio parar em CG viraliza

De acordo com relatos, ele estava no Paraná e veio de carona até a cidade paraibana

O caso de um homem que fugiu de casa e veio parar em Campina Grande, viralizou nas redes sociais neste sábado (15). Valmir Alves de Souza tem 60 anos, morava em São Paulo e saiu de casa devido ao alcoolismo. Atualmente ele é morador de rua.

De acordo com relatos de Valmir, ele estava no Paraná e ao ver um caminhoneiro em um posto, perguntou para onde ele tava indo, ele respondeu que iria pra Campina Grande. Valmir pegou carona para a cidade paraibana e está vivendo nela há um ano e meio.

Veja postagem

View this post on Instagram

"O senhor tem um trocado aí?" Eu: " tenho não, mas se você quiser conversar um pouco, a gente conversa" Ele: " então bora conversar, tem gente que vem pela calçada e quando olha pra mim passa pra o outro lado!" Começa nos a dialogar, eu do meu lado curioso pra saber sobre a vida dele , o que o levou a estar naquela condição de pedinte. ⠀ Esse é Seu Valmir Alves de Souza, sessenta anos de idade. Nascido em Olinda e criado em São Paulo. Em resposta de como foi parar naquela situação e como veio pra Campina, ele respondeu: "Sai de casa por causa da desgraçada da cachaça, é a pior droga que existe. Quando eu vi que eu tava atrapalhando minha família, decidi ir embora. Aí teve um dia que olhei pra meus filhos e disse vou ali, e fui simbora sem levar nada, isso já tem mais de oito anos. Tenho certeza que agora no dia dos pais eles lembraram de mim" ⠀ Eu: Mas eles sabem onde o senhor está? Ele: "Sabem nada, já andei por muitas cidades sem destino, e hoje estou aqui. Tava no Paraná e perguntei a um caminhoneiro num posto pra onde ele tava indo, ele disse que tava indo pra Campina Grande, aí eu disse tô indo pra lá também, você me da uma carona? Pra onde ele dissesse que ia , era meu destino, e tô aqui a um ano e meio." ⠀ O senhor já passou por muitas necessidades não foi? "Teve um dia que eu tava com tanta fome, tanta fome que me deram uma comida azeda, azeda que fedia muito, eu comi como um bicho!” – Voltando a sua família, o senhor gostaria que eles soubessem onde o senhor estar – Gostaria! Mas não queria que me vissem assim… – Então vamos lá! Primeiro a gente compra umas máscaras e depois da um jeito no visual e divulgar sua imagem pra ver se chega até eles, quem sabe? O senhor topa? – Na hora!!!! ⠀ Filhos: Elaine Soares de Souza 27 anos Edmir Soares de Souza 22 anos Ambos moram em SÃO PAULO Bairro: SANTANA Durante todo o tempo que estive com seu Valmir a frase que ele mais usava era " ainda tenho esperança!" ❤️ ⠀ Via @gouveia_romulo

A post shared by Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) on

Comente