Caso Ana Sophia: polícia pede prisão temporária de suspeito de desaparecimento da menina

Tiago está desaparecido desde pouco depois de uma vistoria feita na casa dele pela polícia

O suspeito do desaparecimento da menina Ana Sophia, Tiago Fontes Silva Rocha teve sua prisão temporária decretada pela polícia por homicídio qualificado. Ele é casado com a professora da criança. A garota de 8 anos sumiu na cidade de Bananeiras, há mais de dois meses.

Leia mais: Caso Ana Sophia: marido de professora da menina tem celular apreendido para perícia

Tiago está desaparecido desde pouco depois de uma vistoria feita na casa dele pela polícia, que ficou sabendo sobre o sumiço do jovem no último dia 11 de setembro, segundo informações do delegado Luciano Soares, superintendente da 4ª região da Polícia Civil.

O pedido protocolado pela polícia ainda precisa ser acatado pela Justiça para que seja expedido um mandado de prisão contra Tiago Fontes Silva da Rocha.

“Imagens de câmeras coletadas em imóveis no centro de Bananeiras já demonstram que ele (Tiago Fontes), após descer de um ônibus próximo à mata da UFPB, se dirigiu ao centro de Solânea, a poucos metros, de forma que ele também já foi visto no centro de Solânea, porém não retornou ao seu imóvel. Ele estava sozinho, o que aparentemente demonstra que o desaparecimento ocorreu de forma voluntária”, disse o delegado à época.