Cartaxo ignora CMJP e não envia representante da PMJP à audiência pública

Uma audiência pública para debater o caso das emendas impositivas está acontecendo na tarde desta quarta-feira (4) na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). A gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PV) não enviou nenhum representante à Casa de Napoleão Laureano. Além disso, somente três vereadores estão presentes: Léo Bezerra (PSB), Bruno Farias (PPS) e o líder da oposição Marcos Henriques (PT).

O caso começou após os pedidos orçamentários dos parlamentares não estarem sendo cumpridos pelo prefeito desde 2018.

Léo Bezerra, que requereu a audiência, informou que convidou todos os vereadores e diversos auxiliares da gestão Cartaxo. Ninguém se fez presente, além de não terem enviado resposta sobre as ausências. “O prefeito Luciano Cartaxo usou a imprensa para dizer que esgotou o diálogo entre a Prefeitura e os vereadores da oposição. Quando esse diálogo foi iniciado?”, questionou o vereador.

“A oposição não vai se calar. Só vamos nos calar quando a última emendar tiver sido cumprida”, afirmou Marcos Henriques durante discurso.

Para Bruno Farias, toda ausência é atrevida. Porém, a ausência não impede o debate, conforme o parlamentar.

“As emendas impositivas, não são um instrumento do submundo da política. As emendas são uma conquista da cidadania. Assim como os orçamentos participativos e democráticos, instalados em João Pessoa e no Governo do Estado, de maneira exitosa, as emendas impositivas também representam a representação popular no orçamento. Caso ele ache que tem algum erro, que vete, ou que mande para a Casa para refazermos”, disse Farias.

O parlamentar do PPS também revelou que a própria bancada de situação pedia, nos bastidores, para que a oposição cobrasse o cumprimento das emendas impositivas. Além disso, ele reiterou que Cartaxo está cumprindo crime de responsabilidade quando não realiza as emendas impositivas.

Comente