Cartaxo evita comentar operação que teve Manoel Junior como alvo e reafirma relação institucional

Nesta sexta-feira (09), o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), evitou comentar a Operação Capitu, que cumpriu mandados de busca e apreensão no apartamento do seu vice-prefeito, Manoel Júnior (PSC), localizado no bairro Altiplano.

“Não tenho conhecimento sobre esse tema específico, o que eu vim tratar aqui de maneira objetiva foi essa questão que eu considero fundamental que é a Central de Compras Corporativas e também tratar a aprovação por parte do Senado da operação de crédito de US$ 100 milhões para a cidade”, disse durante entrevista coletiva.

Publicidade
ALPB

Apesar disso, o administrador afirmou que mantém uma relação institucional com o seu vice: “isso é importante. É preciso separar as coisas mesmo Manoel não tendo votado no nosso candidato [Lucélio Cartaxo] nas últimas eleições, mas é importante preservar o respeito e a questão institucional”. Com Paraíba.com.br.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]