Cartaxo diz que carreata condenou pessoas à morte e desabafa: “arrependimento não repara erro”

Coronavírus: Cartaxo anuncia fechamento de shoppings e alteração no horário do comércio de JP

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, escreveu uma série de Twitter cheios de críticas contra a carreata realizada pelo fim do isolamento social, que aconteceu nesse sábado (28), em João Pessoa. O prefeito afirmou que todos querem voltar a rotina normal, porém os países que se precipitaram e foram contra as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) condenaram as pessoas à morte.

Cartaxo, em tom de indignação, afirmou que é inadmissível cometer os mesmos erros que vimos os outros países cometerem, por não seguirem as orientações de enfrentamento ao coronavírus, pois o preço pago foi a vida de milhares de pessoas.

O prefeito apelou que a população “lute pelo bem maior que existe: a vida” e reafirmou que a cidade continuará cumprindo  o protocolo de prevenção ao coronavírus, recomendado pela Organização Mundial da Saúde.

Reforçando as medidas de prevenção, o prefeito agradeceu à imensa maioria da população que fechou as portas ao vírus.

Comente