Carlos Fábio propõe criar Câmara de Mediação e Arbitragem da OAB e quer rapidez na remuneração de advogados

Litígios que se arrastam por anos sem resoluções, superlotação de processos no Poder Judiciário e dificuldades para os advogados receberem honorários. Visando a resolução desta problemática do cenário atual do Direito paraibano, o candidato à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Paraíba (OAB-PB), Carlos Fábio, representante da ‘Chapa 5 – Compromisso é a Nossa Força’, lança a proposta de criar uma Câmara de Mediação e Arbitragem da OAB/PB para fomentar as conciliações, mediações e arbitragem.

Conforme Carlos Fábio, a proposta tem o intuito de desafogar o Poder Judiciário e agilizar o pagamento de honorários para a classe. “Com isso, ganha a sociedade, porque tem os processos resolvidos de forma muito mais célere. Os advogados, que ganham um novo mercado de trabalho, e o Poder Judiciário, que desafoga essa carga de processos. Atuaremos de forma incisiva nesta pauta tão importante para os advogados e advogadas da Paraíba”, afirmou o candidato.

A OAB-PB vai qualificar os advogados e advogadas para atuarem nestas causas tanto como árbitros quanto para auxiliar as partes nos litígios. Com isso, Carlos Fábio ressalta que os advogados também vão receber a remuneração de forma mais rápida.

De acordo com o especialista em arbitragem, Diego Aureliano, a OAB deve fazer o envolvimento desta causa com toda sociedade. “Carlos Fábio fomentará a utilização da arbitragem, junto a outros órgãos de classe, como associações de representantes, de empresário, e também com o Poder Público. É algo que se faz necessário, ter um envolvimento com toda sociedade, para mudar a cultura da litigiosidade”, comentou.

Chapa 5
A Chapa 5 – ‘Compromisso é a Nossa Força’ é formada por Carlos Fábio como presidente, Rebeca Delfino como vice-presidente, Daniel Farias como secretário-geral, Carmen Rachel como secretária-geral adjunta, e Abraão Veríssimo como tesoureiro.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]