Candidatos têm até sexta para enviar recurso ao programa Apoio Universitário

Novidade este ano é que os alunos também receberão chips de internet para que possam acompanhar as aulas remotas com mais qualidade

O programa municipal Apoio Universitário recebe até esta sexta-feira (25) os formulários de recurso dos alunos que desejam a reavaliação de suas fichas de inscrição. O documento está disponível no site da Prefeitura de João Pessoa, através do link, devendo ser baixado, preenchido e enviado ao e-mail bolsauniversitariapjp@gmail.com. Os recursos serão analisados e a lista definitiva com os aprovados será divulgada em 30/06.

Os aprovados terão entre os dias 1º de julho e 15 do mesmo mês para realizarem seu cadastramento, que será presencial, em local a ser divulgado, devendo apresentar os seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de residência, número da conta bancária em nome do aprovado e histórico e declaração da Instituição de Ensino Superior. No dia 20/07 será divulgada a lista de espera de beneficiários.

O programa é gerido pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), sendo voltado para alunos do Ensino Superior em vulnerabilidade social que estejam matriculados em instituições públicas ou privadas, visando fornecer apoio financeiro para que possam viabilizar sua graduação. Um investimento de mais de R$600 mil anual com recursos próprios da Prefeitura.

Ao todo são 200 vagas, sendo 150 destinadas para alunos cujas famílias estão cadastradas no CadÚnico e são beneficiadas pelo Bolsa Família, outras 50 vagas são para selecionados que estejam inscritos no CadÚnico e a família não receba o Bolsa Família, além de 10% das vagas voltadas para pessoas com deficiência.

Os estudantes que são contemplados com o Bolsa Família recebem o apoio municipal com o valor correspondente a um sexto do salário mínimo vigente (R$183,33). Já os que estão apenas no CadÚnico recebem o Apoio Universitário correspondente a um terço do salário mínimo vigente (R$366,66). A novidade este ano é que os alunos também receberão chips de internet para que possam acompanhar as aulas remotas com mais qualidade.