Calvário: PF realiza operação que investiga fraude de R$ 2 milhões na Educação

Cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos em João Pessoa, na Paraíba, e Taquaritinga, em São Paulo. Desvios teriam ocorrido em 2017

Polícia Federal deflagra a 4ª fase da Operação Famintos em Campina Grande
Foto: Ilustração

A Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público Federal, a Controladoria-Geral da União e o Gaeco, deflagrou a Operação Terceira Estação, nesta quarta-feira (8). A ação é mais um desdobramento da Operação Calvário e investiga crimes relacionados à fraude na contratação, desvio de recursos públicos, corrupção e lavagem de dinheiro na aquisição de mobiliário escolar pela Secretaria de Educação do Estado da Paraíba em 2017, no final do segundo mandato do ex-governador Ricardo Coutinho

Cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos em João Pessoa, na Paraíba, e Taquaritinga, em São Paulo, e o prejuízo estimado é de mais de R$ 2 milhões. 

O nome da operação faz referência à Via Sacra, onde a Terceira Estação representa a primeira queda de Jesus Cristo ao carregar a cruz. 

A operação Terceira Estação decorreu do compartilhamento de material probatório obtido pela Operação Calvário e as penas somadas podem chegar a 39 anos de prisão.