Caixa misteriosa é encontrada na praia de Intermares, em Cabedelo, nesta sexta

Pacote já passou pela análise pela Polícia Federal (PF) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama)

Nesta sexta-feira (3), uma caixa com conteúdo não identificado foi encontrada na beira da praia de Intermares, em Cabedelo. Os pacotes vem apareceram no litoral nordestino e podem ser tóxicas para os animais marinhos.

A caixa misteriosa já passou pela análise pela Polícia Federal (PF) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e, de acordo com secretário de Meio Ambiente de Cabedelo, Walber Farias, o material da caixa já foi identificado e ela será descartada no galpão de coleta seletiva do município.

As últimas vezes que a caixa apareceu em João Pessoa foi em fevereiro, nas praias do Cabo Branco e do Bessa. Na Paraíba, o pacote apareceu pela primeira vez em outubro de 2018.

Pesquisadores do Instituto de Ciências do Mar (Labomar), da Universidade Federal do Ceará (UFC), concluíram que os pacotes, que são feitos de borracha, eram provenientes de um navio alemão que naufragou no litoral nordestino em 1944, mas ainda não se sabe para que eram usadas.

O navio ao qual os fardos são atribuídos naufragou entre 1º e 4 de janeiro de 1944, mas só foi descoberto mais de 50 anos depois, em 1996, a cerca de mil quilômetros do litoral. A descoberta ocorreu durante pesquisas para tentar identificar a origem das manchas de óleo que surgiram no litoral do Nordeste.

Comente