Cagepa confirma recuperação de adutora do Congo e garante otimização de serviço no Cariri

O presidente da Cagepa, Marcus Vinícius Meves, confirmou em entrevista ao jornalista Klebson Wanderley, que a empresa vai substituir um trecho crítico da tubulação da adutora do Congo até o final deste ano. Segundo ele, o trecho está entre o distrito de Santa Luzia do Cariri e Sumé, e tem uma extensão de 1,3 km.

De acordo com o presidente da Cagepa, as melhorias na adutora se fazem necessárias para impedir os constantes vazamentos que ocorrem na tubulação, prejudicando o abastecimento de cidades como Serra Branca, São João do Cariri, Parari e Santo André.

Marcus Vinícius ainda informou que após análises técnicas, a Cagepa vai construir uma quinta entrada de água no sistema de distribuição de Serra Branca, garantindo assim o abastecimento para bairros mais altos da cidade.

“Com essa subadutora dentro de Serra Branca, vamos não apenas garantir o abastecimento de localidades altas, como evitar as manobras no sistema de distribuição d’água dentro do Centro da cidade, permitindo uma  melhor distribuição na cidade”, afirmou.

Marcus Vinícius disse que a obra será iniciada de forma imediata e deve ser concluída até o final do ano.

Comente