Cafuçu: foliões levam alegria e extravagância ao Centro Histórico de João Pessoa

A programação da prévia carnavalesca de João Pessoa, o Folia de Rua, desta sexta-feira (17), foi exclusiva do bloco independente Cafuçu. Os foliões – crianças, jovens, adultos e idosos – lotaram as ruas do Centro Histórico nas praças Dom Adauto e Rio Branco, e no Ponto de Cem Réis. O evento que tem apoio da Prefeitura de João Pessoa, por meio da sua Fundação Cultural (Funjope), teve como atrações os DJs Brazinha, Claudinha Summer e Ian Valentim, além da banda Caronas do Opala e Orquestra de Frevo.

No meio da multidão, o aposentado francês Bernard Weyl, acompanhado pela família, estava encantado com as cores fortes e trajes extravagantes. “Esta é a festa mais bonita do mundo, onde as pessoas se divertem com muita alegria. Não existe nada igual em nenhum lugar”, elogiou.

A cafuceta Cristiane Ribeiro concluiu recentemente o curso de Direito e foi comemorar no bloco, vestida à altura. “Sempre venho para o Cafuçu porque este é o melhor bloco. Essa espera de dois anos foi muito dolorosa. A gente queria festa e não podia, estava sempre em casa, não teve Carnaval. Hoje todo mundo está alegre demais, recuperando o tempo perdido”, disse.

A assistente administrativa, Hellen Grace de Oliveira Ferreira não perde o Cafuçu de jeito nenhum. “Eu sempre venho caracterizada porque esse momento merece. Eu estava esperando tanto. Venho curtindo bastante as prévias, mas o Cafuçu é o Cafuçu. Estou feliz demais e hoje só saio na vassoura”, comemorou.

Para a enfermeira Maria Betânia Tomás Lima, acostumada aos plantões noturnos, o desta sexta-feira foi bem diferente, cheio de alegria pelo retorno do Carnaval de rua. “Hoje não tenho plantão e, mesmo se tivesse, iria fazer de tudo para trocar. Eu não perco o Cafuçu por nada. É o melhor bloco de rua, não tem igual. Esta noite é só festa”, afirmou.

A vendedora Paula Xavier Lopes saiu de casa com o marido e os filhos pequenos para curtir o Cafuçu. “O Cafuçu sempre foi um bloco mais calmo e, por isso, eu trouxe meus filhos. Depois de dois anos sem bloco, tinha que vir. É um momento de diversão para a família toda”, frisou.

E até mesmo quem foi para trabalhar, não perdeu a chance demonstrar seu lado exótico. Vestida de Mulher Maravilha, a aposentada Erilene de Sousa Matias aproveitou a festa do Cafuçu para vender bebidas, espuminha e garantir uma renda extra.

“Todo ano estou aqui e, para mim, esses dois anos sem Carnaval foram muito tristes, tanto pela falta da diversão como também por não ter essa oportunidade de boas vendas. Agora estou tirando o atraso e vim com uma fantasia especial. Esse é o momento de cada um mostrar sua criatividade e é sempre muito divertido”, contou.

Programação – Ainda neste sábado (18), cinco blocos desfilam na programação do Folia de Rua. Para conferir a programação completa acesse o link: https://www.joaopessoa.pb.gov.br/carnaval2023/

Carnaval Tradição – Neste sábado (18), começa o Carnaval Tradição de João Pessoa, na Avenida Duarte da Silveira. A estrutura que vai receber o público é composta de três arquibancadas com capacidade para aproximadamente 10 mil pessoas. Há ainda tablados onde serão recebidos autoridades, imprensa e jurados.

Também será disponibilizada uma área de acessibilidade, permitindo que cadeirantes possam assistir aos desfiles com maior conforto e boa visibilidade do desfile.

Durante o Carnaval Tradição desfilam tribos indígenas, orquestras de frevo, ala ursas e escolas de samba. Neste sábado, serão seis tribos indígenas e seis clubes de frevo. No domingo (19), quatro tribos indígenas, três clubes de frevo e quatro escolas de samba. Nos dois dias, a programação começa às 18h.

As apresentações terminam na segunda-feira (20), com a passagem de 14 ala ursas, a partir das 19h. Antes delas, porém, tem participação especial da Nação Maracatu Pé de Elefante, Urso Selvagem e Urso Treme Terra, iniciando às 17h30.

O Carnaval 2023 conta ainda com o apoio do Governo do Estado, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Samu, Polícia Civil, Guarda Municipal, Secretarias de Infraestrutura (Seinfra), de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e de Saúde (SMS), Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) e Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur).