O prefeito interino de Cabedelo, Vitor Hugo, cancelou, nesta segunda-feira (9), o contrato que a Prefeitura mantinha com a empresa Fort Segurança, uma das investigadas na Operação Xeque-Mate, deflagrada na última terça-feira (3) pela Polícia Federal e pelo Ministério Público.

O cancelamento faz parte de um pacote de ações desenvolvidas por Vi tor Hugo para devolver a credibilidade e fortalecer a confiança na relação entre prefeitura e a população de Cabedelo.

“Não posso continuar a envolver o nome da prefeitura com empresas investigadas pela polícia, esse não é o papel que um gestor precisa desempenhar. Preciso devolver a dignidade a todos os cabedelenses”, disse o prefeito.

Além do cancelamento com a Fort Segurança, em menos de uma semana, Vitor Hugo também acabou com todos os supersalários e exonerou os funcionários fantasmas, numa ação que vai economizar mais de R$ 1 milhão por mês aos cofres da prefeitura.

Comente