Binance bloqueou contas de líderes da Braiscompany antes de operação da PF

Ao atrasar saques para clientes desde o final de 2022, a empresa tentava culpar a corretora por bloqueios em suas contas

A Binance, maior corretora de criptomoedas do mundo, bloqueou a conta de vários líderes da Braiscompany antes que a Polícia Federal realizasse buscas em endereços da empresa, nesta quinta-feira (16).

Os próprios líderes, sem saberem da operação que estava por vir, se entregaram em vídeos e fotos públicas.

Ao atrasar saques para clientes desde o final de 2022, a Braiscompany tentava culpar a Binance por bloqueios em suas contas. Ao que tudo indica, na última quarta-feira (15), os bloqueios começaram a ocorrer de verdade, possivelmente em cumprimento a ordens judiciais.

Binance bloqueou conta de pelo menos três líderes da Braiscompany um dia antes de Operação Halving

A correria da Braiscompany para tentar jogar a culpa na Binance acabou repercutindo entre clientes da empresa de Campina Grande, muitos que compraram o discurso dos líderes da possível pirâmide financeira, que trabalhava com ofertas de 8% ao mês com a suposta locação de criptomoedas.

Para reforçar o discurso, três líderes da Braiscompany resolveram compartilhar que suas contas estavam bloqueadas na última quarta. Mal sabiam que a Polícia Federal se preparava para cumprir a Operação Halving, um dia depois.

Um dos líderes que tentaram endossar uma situação nebulosa na Binance foi Clélio Cabral, que gravou um vídeo de sua conta na Binance. De acordo com ele, mais de R$ 50 mil em bitcoin estavam em sua carteira, mas o valor acabou bloqueado na última quarta.

Após o vídeo, ele disse que é “apenas uma sardinha”, e que a Braiscompany é uma baleia, dando a entender que o problema da empresa era muito maior que o seu.

Clélio Cabral, líder da Braiscompany, diz que sua conta foi travada antes de operação da PF
Clélio Cabral, líder da Braiscompany, diz que sua conta foi travada antes de operação da PF. Reprodução: Redes sociais.

Broker que ensinava clientes a abrir conta na Binance também teve conta bloqueada

Outro que mostrou bloqueios em sua conta na Binance um dia antes da Operação Halving da Polícia Federal é o broker Tiago Medeiros.

Broker Braiscompany com conta bloqueada na Binance divulga problemas com a empresa
Broker Braiscompany com conta bloqueada na Binance divulga problemas com a empresa. Crédito: Instagram.

O broker se tornou conhecido por gravar vídeos no canal oficial da Braiscompany. Em um dos vídeos, por exemplo, Tiago ensinava os clientes da empresa a justamente a abrir conta na Binance, no início de 2023.

Braiscompany ensina clientes a comprar Bitcoin na Binance em seu canal do YouTube, enquanto se diz perseguida pela corretora
Braiscompany ensina clientes a comprar Bitcoin na Binance em seu canal do YouTube, enquanto se diz perseguida pela corretora. Reprodução: YouTube/Braiscompany.

Outra representante da Braiscompany que teve conta pessoal bloqueada na corretora Binance na última quarta foi a Aline Costa, que divulgou o caso em seu perfil pelas redes sociais.

Broker da Braiscompany disse que sua conta foi bloqueada pela Binance, um dia antes da operação Halving da PF
Broker da Braiscompany disse que sua conta foi bloqueada pela Binance, um dia antes da operação Halving da PF. Crédito: Redes sociais.

O bloqueio de contas pessoais de pessoas vinculadas a Braiscompany, um dia antes da Operação da PF, chamou atenção dos investidores, mesmo assim, não está claro se eles são investigados pela polícia federal.

Em um áudio divulgado por Antônio Neto Ais para seus clientes, ele indica que alguns podem receber o convite para esclarecer as atividades da empresa na PF. Não está claro quantos líderes e brokers podem ser considerados cúmplices no possível esquema que recrutava investidores de todo o Brasil.

Nenhum dos representantes mencionados na reportagem comentaram publicamente sobre a operação da PF com seus seguidores. O espaço segue em aberto para manifestações dos citados. Do Livecoins.