Belo encerra busca por reforços e fecha elenco para a reta final da Série C

Faltando seis rodadas para o fim da primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro, o Botafogo-PB encerrou a busca por reforços. Quem garantiu isso foi o diretor executivo do Belo, Edgard Montemor. O dirigente informou que, pelo fato da Terceirona estar na reta final da fase de grupos, dificilmente os clubes conseguem fazer contratos curtos com os atletas. Por isso, o Alvinegro da Estrela Vermelha vai com a atual base comandada por Rogério Zimmermann para buscar deixar a zona do rebaixamento do Grupo A.

Montemor explicou que muitos atletas que estão disponíveis no mercado estão em um longo período de inatividade, o que comprometeria a adaptação no novo clube. Ele também ressaltou que, somado ao momento decisivo na Série C, que indica curto período para contratar jogadores, está a crise política vivida pelo Botafogo-PB.

“É um momento difícil para trazer reforços. Pouco tempo de campeonato, pouco tempo de contrato a oferecer, e atletas disponíveis ou há muito tempo parados ou fora do perfil de qualidade que queremos. Claro que o fator de instabilidade política também influencia um pouco, mas os motivos anteriores são ainda mais determinantes”, disse Edgard Montemor.

Dentre os nove reforços que chegaram ao Botafogo-PB para a Série C, Ramon é um que se destaca, pois marcou dois gols importantes na campanha — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Dentre os nove reforços que chegaram ao Botafogo-PB para a Série C, Ramon é um que se destaca, pois marcou dois gols importantes na campanha — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Ao que tudo indica, a instabilidade política deve dar uma trégua nos próximos dias. É que está marcada para este domingo a eleição que vai definir a nova Diretoria Executiva. E como, na última semana, o Conselho Deliberativo foi eleito com a grande maioria formada pelo grupo oposicionista (48 a 2), o advogado Alexandre Cavalcanti deve ser eleito o novo mandatário botafoguense pelo próximo biênio.

Para a disputa da Série C, o Botafogo-PB já contratou nove reforços. Fora eles: o zagueiro Rodrigo, o lateral-direito Marcos Martins, o lateral-esquerdo Fernando Júnior, o volante Vitinho, o meia Higor Leite, o também meia, que tem atuado no ataque, Diego Rosa, e os atacantes Ramon, David Batista e Cristian Dal’Bello.

Esse fato de montar o grupo no decorrer da Série C já foi alvo de críticas por parte do próprio técnico Rogério Zimmermann. Segundo o treinador, nunca é o ideal ter que remodelar o grupo durante uma competição tão equilibrada.

“O ideal é estar com um grupo formado antes de começar a competição. Isso a gente não tem como fazer mais”, disse o treinador Rogério Zimmermann.

Dentro de campo, o Botafogo-PB segue sem engrenar na Série C, vem de duas derrotas seguidas. O time é nono colocado do Grupo A, soma 11 pontos, está dentro da zona de rebaixamento, a dois pontos do Treze, oitavo colocado. Para sair dessa situação, que é a pior do clube desde que voltou a disputar a competição, em 2014, o Belo precisa reagir. Nas próximas duas rodadas, serão dois jogos em casa, contra Jacuipense e o lanterna Imperatriz.

Rogério Zimmermann tem a missão de tirar o Botafogo-PB da zona de rebaixamento do Grupo A da Série C — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Rogério Zimmermann tem a missão de tirar o Botafogo-PB da zona de rebaixamento do Grupo A da Série C — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Vale ressaltar que a última rodada, programada para o dia 6 de dezembro, vai reunir Botafogo-PB e Treze, no Estádio Almeidão, em João Pessoa, num clássico que pode ser um confronto direto contra o rebaixamento.

Belo e Jacuipense medem forças neste domingo, às 18h, no Estádio Almeidão, em João Pessoa. No primeiro turno, na Bahia, os times empataram em 1 a 1.

Do GE/PB.