BBB 23: eliminado, Fred Nicácio chora ao falar de intolerância religiosa: “isso mata”

Fred Nicácio pode ter sido um dos favoritos para levar o prêmio do “BBB 23″, mas ele não resistiu ao sétimo Paredão do reality show e acabou deixando o confinamento. Ao sair, ele foi aos tradicionais programas que falam sobre a atração e chorou.

No entanto, o motivo não foi a saída do “Big Brother Brasil”, mas o caso de intolerância religiosa envolvendo Gustavo, Key e Cristian contra o eliminado, discussão que virou polêmica e até bronca de Tadeu Schmidt.

No “Bate-Papo BBB”, Vivian Amorim questionou o médico: “Como você vê esse momento, Fred? Tiveram essa interpretação completamente equivocada, completamente preconceituosa”.

Aos prantos, Fred disse que as cenas não mostravam uma “interpretação equivocada”, mas um “julgamento” dos demais participantes do reality show: “Isso é muito grave. Isso machuca muito. Isso mata pessoas no Brasil inteiro. Isso destrói a fé e aniquila pessoas. Isso é muito sério. Isso machuca a gente”, disse ele, que ficou emocionado.

Fred Nicácio também disse que dentro do “BBB 23″ não conseguia imaginar e ver tudo que aconteceu, mesmo depois da fala de Tadeu: “Não  poderia imaginar que isso estava acontecendo. É muito sério você associar religiões de matizes africanas a maldade, perversidade, desejos ruins. O que há de mal nisso?”, questionou o famoso.

Ele ainda alertou que houve racismo nas cenas exibidas:  “É muito triste você ter que ouvir pessoas falando isso. Apertar o botão, Key? Sabe o que é mais louco? 3 pessoas brancas falando disso. Para além de religião, é racismo religioso, associado a intolerância religiosa”, completou o ex-brother.