- Publicidade -
Política

Bancada paraibana se reúne com ministro em busca de soluções para Barreira do Cabo Branco

Reunião contará com a presença do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo

De acordo com coordenador da bancada da Paraíba, no Congresso Nacional, deputado Efraim Filho (DEM-PB) a reunião desta quarta-feira (6) com o Ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, tem por objetivo liberação de recursos para a reconstrução da Barreira do Cabo Branco em João Pessoa.

- Continua depois da publicidade -

“A iniciativa é do deputado Ruy Carneiro foi acatada por toda a bancada. Nós teremos nesta reunião a presença do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo. A Barreira do Cabo Branco passa por obras já algum tempo, creio que está perto de finalizar e esta reunião é de suma importância para que isso aconteça”, esclareceu Efraim filho.

O projeto de proteção da barreira está orçado em R$ 65 milhões e está dividido em três etapas, que consistem no enrocamento – colocação de rochas no sopé da barreira, para evitar que o mar continue atingindo a falésia, provocando sua erosão -, a fase de engorda da área de praia e, por fim, a construção de gabiões marinhos intercalados com a linha de corais existentes no local. Gabião é um tipo de muro de arrimo utilizado para estabilizar encostas e taludes.

As obras de construção da rede de drenagem da Barreira do Cabo Branco, considerada a intervenção mais importante na área, uma vez que vai reduzir o impacto das águas das chuvas na falésia. Mais de 150 metros de rede de drenagem já foram concluídos e novas frentes de trabalho devem ser abertas nos próximos meses, acelerando o ritmo das obras.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar