A expectativa do secretário Waldson Souza é que com esta decisão liminar do Supremo Tribunal Federal (STF), ocorra a liberação dos recursos para que o Estado possa reforçar os investimentos em obras que já estão em andamento, como as que se verificam em vários municípios, na área de infraestrutura, nas quais já foram investidos cerca de R$ 700 milhões de recursos do Tesouro do Estado.

“Nossa expectativa é que esses recursos sejam liberados o mais rápido possível. Caso não ocorra a liberação, de forma imediata, teremos que repensar essas operações, até mesmo pela questão o tempo em que foram assinadas e o Governo está sem receber os investimentos”, declarou o secretário de Planejamento.

Segundo ele, a decisão é importante e reforça que responsabilização deve ser individualizada. Ou seja: cada poder é autônomo e deve responder pelo cumprimento da lei, caso contrário a autonomia só serve para o momento de ratear recursos e de realizar despesas. Informações do PB Agora.

Comente