Publicidade

O auxiliar da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), Lucius Fabianni, foi um dos alvos da Operação Cartola – deflagrada pela Polícia Civil de João Pessoa para apurar fraudes no futebol da Paraíba através da compra de árbitros para manipular resultados dos jogos.

A informação foi obtida pelo Blog de Marcos Wéric, revelando que o homem escolhido pelo prefeito Luciano Cartaxo (PV) para gerir a Empresa de Limpeza Urbana de João Pessoa (Emlur-JP) não apenas prestou depoimento, mas foi grampeado durante as investigações através de um número telefônico cadastrado no nome do Sindicato dos Bancários da Paraíba, do qual ele é dirigente e já foi presidente.

Publicidade
ALPB

De acordo com o inquérito policial, as autoridades comprovaram uma aproximação do secretário da PMJP com os dirigentes do Treze Futebol Clube. O teor das conversas de Lucius Fabianni era sobre escalação de árbitros para as partidas do clube de Campina Grande.

Veja:

Auxiliar de 1º escalão de Cartaxo é um dos alvos da Operação Cartola, revela jornalista

Comente

Camara Municipal