Ator Luiz Carlos Vasconcelos declama carta de Iveraldo Lucena e exalta professor como exemplo de vida

Emocionado e contemplativo, o ator Luiz Carlos Vasconcelos declamou, durante uma live nas redes sociais na quarta-feira (8), a carta deixada pelo ex-secretário de Educação da Paraíba, o professor Iveraldo Lucena, que faleceu na última terça-feira (7). A mensagem do escritor paraibano, com raízes fincadas no Litoral sul, foi divulgada pela filha dele, a prefeita de Conde Márcia Lucena.

+ Morre Iveraldo Lucena, ex-secretário de Educação da PB e pai da prefeita de Conde

O ator comenta que Iveraldo Lucena tratava de qualquer assunto, devido sua sabedoria, e alça o professor a um exemplo de vida para os paraibanos. Conforme Luiz Carlos, ele era um homem fraterno, que conversava com a vida.

Na carta, Iveraldo conta sobre sua vida. Sobre todas as fases dela: a infância, as descobertas da adolescência, as responsabilidades da vida adulta, aborda tudo com sabedoria e com os prazeres e dores de cada período. Como quem soube viver bem cada tempo. Luiz Carlos diz que mesmo após a aposentadoria das funções públicas, Iveraldo manteve sua capacidade de trabalho.

+ Políticos e artistas paraibanos lamentam a morte de Iveraldo Lucena

“Sempre percebi que com a passagem dos anos caminharia para a velhice sem temor dela e até querendo vivenciá-la. Sempre me preparei para ser velho, consciente das limitações que o tempo traz sem queixas, mas com adaptações”, diz trecho da carta.

De acordo com a mensagem deixada pelo professor Iveraldo, seu desejo era estar em pleno exercício da felicidade. Para ele, isso significava viver bem e com qualidade de vida.

Iveraldo esclareceu na carta, datada de julho do ano passado, que seria capaz de submeter a procedimentos médicos que pudessem oferecer melhorias à sua saúde, mas ressaltou que era contra métodos cirúrgicos ou curativos que apenas prolongassem seus dias de vida, sem oferecer qualidade ou utilidade.

+ Prefeitura de Conde decreta luto oficial pela morte do professor Iveraldo Lucena

“Quero falecer sem dores ou traumas desnecessários, quero dignidade na vida e na morte. Agradeço os sentimentos de respeito e renego a piedade e a pena, mesmo como formas de bem querer. Viver vale, enquanto vale a vida viver”, pontuou.

Ao finalizar a leitura da carta, Luiz Carlos Vasconcelos se emociona e não consegue conter as lágrimas. Exaltando a figura singular que foi Iveraldo Lucena, o ator comenta sobre estilo de vida, serviço público prestado e sentimentos do professor.

+ João Azevêdo divulga nota de pesar pela morte de Iveraldo Lucena

Luiz Carlos também lembrou que comentou em outra transmissão ao vivo sobre a história singular da herança de Iveraldo. O caso é sabido publicamente, onde o professor realizou a divisão de seu sítio, em Pitumirim, região de Conde, em partes iguais para seus filhos. Tudo foi repartido ainda em vida, destacou o ator.

“Existem homens sábios assim. Esse é seu grande legado, professor. O senhor continua vivo em nossos corações e consciências, pois nos ensinou muito”, afirmou Luiz Carlos.

Assista

A partir de 5:20 no vídeo abaixo:

View this post on Instagram

Parte 2

A post shared by Bruno Torres (@_bruno.torres_) on

Comente