Ao fazer uma análise de uma entrevista do pré-candidato ao Governo da Paraíba, Lucélio Cartaxo, quando disse que a Cagepa dava prejuízos, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas na Paraíba (Stiupb), Wilton Maia Velez, afirmou que a declaração foi um atestado, não apenas de desconhecimento de um homem que pretende Governar nosso Estado, mas também o seu despreparo.

“Um homem público, antes de tudo, e que tenha planos de governar um Estado, tem que ter um mínimo de conhecimento sobre suas Secretarias”.

Wilton Maia lembrou que, mesmo enfrentando mais um ano de crise hídrica, a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) encerrou o ano de 2017 com um lucro contábil recorde de R$ 65,7 milhões. A receita dos serviços da companhia foi 18,10% superior à registrada em 2016.
O superávit é resultado de muito trabalho, controle de gastos, combate a perdas, modernização dos processos, além de um investimento de R$ 79 milhões em obras de implantação e ampliação dos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário em todo o Estado.
O presidente do Stiupb afirmou que a categoria tem profundo respeito ao Governador Ricardo Coutinho quando assumiu, publicamente, numa solenidade, que não iria privatizar a Cagepa.

“Os trabalhadores são pessoas esclarecidas e bem informadas. Sabem muito bem quem queria vender a Cagepa numa negociata com a Odebrecht , em troca de dinheiro para sua campanha política. E isso estamos alertando a todos para que votem consciente nas próximas eleições”, lembrou o dirigente sindical.

Foi a atual gestão que proporcionou esse superávit na Cagepa, companhia que, em gestões anteriores, estava no vermelho e sempre era usada com viés político”, finalizou o presidente do Stiupb.

Comente

Camara Municipal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here