Ara Ketu desiste do Carnaval de Salvador após saber o valor do cachê

Prefeitura desvalorizou apresentação do grupo, conforme texto divulgado pela banda nas redes sociais

Foto: Divulgação

O Ara Ketu anunciou que desistiu de participar no Carnaval de Salvador em 2024. Em comunicado oficial, o grupo criticou cachê oferecido pela prefeitura da capital baiana.

O que disse Ara Ketu

Prefeitura desvalorizou apresentação do grupo, conforme texto divulgado pelo Ara Ketu nas redes sociaisGrupo também apontou ter recebido “classificação estranha” no Ouro Negro — programa do governo do Estado que beneficia blocos e grupos musicais com recursos para o Carnaval local.

“Recebemos proposta de pagamento de cachê para apresentação da banda Ara Ketu com o mesmo valor de 2017. Ou seja, congelamento de nossos serviços por sete anos”.Ara Ketu

Grupo disse ter recebido resposta “humilhante” ao tentar argumentar com representantes da prefeitura.”Percebemos que não temos valor aqui, talvez pelo fato de pertencer a uma comunidade preta e pobre, local em que nada é romantizado pela classe branca e mandatária de nosso Estado.”

Ara Ketu completa 44 anos de existência em 2024. “Esse será o nosso protesto contra todo esse descaso e humilhações que somos vítimas ao longo desses últimos anos. O nosso Carnaval será pelo Brasil, literalmente por todas as regiões do país, mas não estaremos em Salvador. Eles não nos querem aqui. São milhões para os que vêm de fora e descaso para os que sempre fizeram a festa acontecer.”

Empresa diz que Ara Ketu assinou contrato

Prefeitura informou que a empresa Saltur (Salvador Turismo) é responsável pelas contratações de artistas. Em contato com o UOL, a Saltur informou que a Prefeitura de Salvador tem “máximo respeito” ao Ara Ketu e mantém conversa permanente com os representantes para que a banda faça parte da programação do Carnaval 2024.

Empresa afirmou que Ara Ketu assinou contrato, o que foi negado pela assessoria de imprensa do grupo musical.”Na manhã desta terça-feira (30), inclusive, a participação do Ara Ketu foi garantida para a quinta-feira (8), no circuito Dodô (Barra – Ondina)”, disse a Saltur à reportagem. “Não existe contrato assinado”, respondeu representante do Ara Ketu.

Governo da Bahia também se posicionou em nota enviada ao UOL afirmando ter buscado diálogo com o grupo musical. A equipe técnica da Secretaria de Cultura da Bahia deu suporte contábil e jurídico para que o Ara Ketu conseguisse realizar a inscrição no programa Ouro Negro, conforme posicionamento.

“O edital leva em consideração critérios objetivos relacionados aos Blocos Afro, Afoxés, Blocos de Samba, de Reggae e de Índio e, como foi a primeira vez que o Ara Ketu se inscreveu, recebeu uma pontuação que o colocava em uma faixa para receber um valor específico. O bloco não foi desclassificado, mas declinou do apoio por conta do valor que receberia a partir da pontuação alcançada no certame”, informou o comunicado. A Secretaria lamenta a desistência do Ara Ketu.” Do UOL.