Após dois anos, Marcenaria Escola retoma aulas em parceria com ONG, em JP

Primeira turma será formada por alunos da Organização Não Governamental Missão Braços Abertos PB, que trabalha com a ressocialização de ex-dependentes químicos

Após dois anos sem realizar cursos, a Marcenaria Escola da Prefeitura de João Pessoa retomou suas atividades nesta terça-feira (17). No local será ministrada a oficina de marcenaria sustentável e nesse retorno, a primeira turma será formada por alunos da Organização Não Governamental (ONG) Missão Braços Abertos PB, que trabalha com a ressocialização de ex-dependentes químicos.

Os objetivos da oficina se confundem com os objetivos sociais do equipamento, como fortalecer a inclusão social, despertar habilidades, ressocialização, autonomia e reciclagem de materiais, facilitando a imaginação e criatividade dos alunos. A retomada das aulas é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), responsável pelo equipamento, a ONG e a iniciativa privada.

“A marcenaria é um importante equipamento da nossa Secretaria, que tanto ajuda quem precisa de qualificação quanto entrega mão de obra qualificada ao mercado. Retomar as atividades me deixa muito feliz e estamos trabalhando para que ainda mais pessoas tenham a oportunidade de uma nova vida através do conhecimento e de uma nova profissão”, destacou o secretário Felipe Leitão.

Durante as aulas, os alunos aprenderão noções básicas de marcenaria para confecção de itens utilizando materiais recicláveis, noções de sustentabilidade, a exemplo de como funciona a marcenaria e os principais cuidados, além de aulas sobre criação e harmonização de peças. A oficina terá duração de seis meses, com duas turmas de seis alunos cada e carga horária de 42h por turma.

Um dos alunos é Jadson Ribeiro, de 33 anos, que é atendido pela ONG e está bastante esperançoso com a possibilidade de ter mais conhecimento. “Sempre fui curioso sobre a marcenaria, agora apareceu a oportunidade e eu agarrei. Tenho o sonho de, assim que terminar o curso, arrumar um trabalho ou trabalhar para mim mesmo. Marcenaria é uma arte e você pode criar tudo com um pedaço de madeira”, completou.

O coordenador geral da Missão Braços Abertos PB, pastor Júnior Meireles, destacou que procurou a parceria com a Prefeitura de João Pessoa para que os jovens e adultos atendidos pela organização pudessem ter uma melhor qualificação e certificação, trazendo dignidade através do trabalho. “Temos uma pequena marcenaria na ONG, mas percebemos que eles queriam e precisavam de algo mais específico e que eles pudessem transformar em seu sustento”, reforçou.