Após despejar moradores, Cartaxo anuncia obra às margens do Sanhauá

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, autoriza, na manhã desta quinta-feira (21), o início das obras do Parque Ecológico do Sanhauá, no Centro Histórico. A liberação da obra acontece dois dias após a Prefeitura Municipal da Capital notificar o despejo de 160 famílias da comunidade Nassau, no Porto do Capim.

+ PMJP notifica que irá despejar 160 famílias do Porto do Capim em 48h

Segundo a PMJP, o novo parque “será uma grande área de convivência que dará solução para a questão ambiental de área de risco às margens do Sanhauá”.

Todos os detalhes da obra serão apresentados durante solenidade nesta quinta-feira.

O caso

De acordo com a notificação, assinada pelas Secretarias de Meio Ambiente e Planejamento, as casas estão construídas em Área de Preservação Permanente (APP) do Rio Paraíba.

De acordo com o documento, “prazo é improrrogável e o descumprimento acarretará na adoção das medidas legais cabíveis”. Adriana de Lima, moradora da Vila Nassau e líder da comunidade relatou que as notificações foram entregues desde a praça 15 de novembro até a Vila Nassau. Pelo menos 162 famílias moram na área, algumas há cerca de 50 anos.

Comente