Publicidade
Esportes

Após derrota para o Perilima, Treze demite Maurílio Silva

Depois de uma pré-temporada quase perfeita, pelo menos no que diz respeito aos resultados dos amistosos, mas com um início de Campeonato Paraibano 2019 irregular, o técnico Maurílio Silva não suportou a derrota para a Perilima e deixou o comando do Treze.

A partida teve validade pela quarta rodada do estadual e acabou 1 a 0 para a Águia, que tornou o dia marcante ao vencer o Alvinegro pela primeira vez na história. Até então o histórico de confrontos registrava 15 jogos realizados, com 15 triunfos galistas.

- Continua depois da publicidade -

Em comunicado postado na sua conta pessoal do Twitter às 22h12 deste domingo (03), quatro horas depois do apito final no Amigão, o presidente do Galo, Walter Cavalcanti Júnior, anunciou o desligamento do treinador. Logo depois, o perfil oficial do alvinegro confirmou a decisão.

Maurílio Silva deixa o Treze após quatro jogos oficias, com duas vitórias (Esporte de Patos e CSP) e duas derrotas (Atlético de Cajazeiras e Perilima). No Paraibano, a equipe anotou seis gols e sofreu três.

A “carta de apresentação” do treinador, porém, foi animadora. Em cinco amistosos e dois jogos-treinos na pré-temporada, o Galo conquistou um empate e seis vitórias, incluindo o triunfo ante o rival Campinense no Clássico dos Maiorais que inaugurou o gramado do  Amigão.

Nas redes sociais, desde o final do jogo contra a Peri, a torcida trezeana tem cobrado providências da diretoria. O principal alvo dos alvinegros não era nem tanto o técnico Maurílio Silva, mas sim o o gerente de futebol Gil Baiano, que seria o homem de confiança do empresário Alankardec Moraes, ex-diretor de futebol do clube.

Junto com Fábio Azevêdo, Alan deixou o cargo formalmente no final da temporada passada, mas continua frequentando o estádio Presidente Vargas diariamente. Na semana passada, inclusive, o ex-diretor de futebol foi visto conversando (foto) com o então treinador galista no gramado do PV, durante a preparação da equipe justamente para o duelo com a Perilima.

Ao longo da noite deste domingo, até antes do clube oficializar a saída de Maurílio, uma mensagem de áudio do técnico Celso Teixeira, vice-campeão estadual com o Treze em 2017, começou a ser compartilhada por torcedores no WhatsApp.

Nela, supostamente respondendo a um trezeano sobre a possibilidade de retorno ao Presidente Vargas, o treinador cita a dupla Alan-Gil Baiano para afirmar que seu acerto com o Galo seria complicado.

– Mas é difícil voltar, porque eu fiquei sabendo agora que quem está mandado lá é o Alankardec (Moraes) e o Gil Baiano. Aí eles não querem tanto eu como o Flávio Araújo, porque a gente não aceita algumas coisas. Fiquei sabendo agora. Fiquei sabendo que o Alan está por trás. O Alan que banca o Gil Baiano e não vão mudar o treinador não. Diz-se que o Alan esteve até no vestiário e esculhambou com os jogadores. Teve um jogador que me ligou aqui e falou. Alan está por trás e Gil Baiano que manda (sic) – disse Celso Teixeira.

Fonte: Voz da Torcida

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar