Após críticas, ex-secretária do PV que era filiada desde 2014 se posiciona: “sentem medo de perder o poder”

Após repercussão sobre possível esvaziamento do Partido Verde, presidido pelo prefeito Luciano Cartaxo na Paraíba, a ex-secretária de Juventude da sigla, Waleska Cabral, que também se desfiliou na última semana, emitiu nota respondendo as críticas que tem sofrido desde então.

Leia a nota na íntegra:

Diante dessa situação Global de Pandemia que assola o mundo, gostaria de deixar claro que em nenhum momento me abstive de colocar os interesses da população em primeiro lugar. Por esse motivo, diante de críticas à minha decisão em mudar de partido em um momento como esse, quero dizer que:
O fato em mudar de partido agora foi para que eu pudesse continuar atuando politicamente, como sempre fiz. Sempre atuei nas políticas públicas voltadas para juventude, na qual venho defendendo desde quando realmente me enganjei partidariamente e participei ativamente na Juventude do Partido Verde (desde 06/01/2014) e na SEC – Semeando Cidadania (desde 27/03/2014).
Minha ação em me manter filiada nunca foi maior do que meu compromisso com a juventude e com as políticas públicas. Como já disse, a praticidade faz parte de minha personalidade e por isso busco tomar diversas decisões ao mesmo tempo, dando a cada uma delas a devida importância.
Embora hoje ser jovem e estar na política nos deixa suscetíveis a todo tipo de crítica, com inverdades, boicotes e argumentações infundadas, sabemos que o motivo para isso é o medo que essas pessoas sentem em perder seus espaços e serem incapazes de participar de um diálogo aberto e sem embuste.

Waleska Cabral

Comente