Após citação de FHC na Lava Jato, Cássio tenta “amenizar” o tom de seu discurso

    0

    O líder do PSDB no Senado Cássio Cunha Lima passou a ter um discurso mais comedido em relação aos denunciados na operação Lava Jato, após o ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, ter citado o nome do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), no recebimento de propina durante a compra de uma empresa de energia argentina. A fala de Cássio sobre o assunto  foi repercutida pelo portal Brasil 247.

    Leia o texto na integra:

    Diante da acusação do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró de propina de R$ 100 milhões no governo FHC, o PSDB adotou um tom ameno sobre a menção de Lula na Lava Jato.

    Para o líder tucano no Senado, Cássio Cunha Lima, “não se faz politicagem com isso”, segundo o colunista Ilimar Franco.

    Cerveró apontou propina de R$ 100 milhões ao governo FHC na compra da empresa argentina PeCom pela estatal brasileira, em 2002.

    Comente

    Antares

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here