Após deputado pedir exoneração de Euller, Capitão Antônio detona parlamentar

O segundo suplente de deputado federal, Capitão Antônio (PSL), não poupou críticas ao correligionário Cabo Gilbero Silva (PSL), após o deputado estadual criticar a atuação do comandante Euller Chaves e pedir que o governador João Azevêdo (PSB) exonerasse o chefe-geral da Polícia Militar.

“Ele foi muito infeliz com essas colocações, porque a política não pode sobrepujar o sentimento de justiça. Esse comentário foi inapropriado, indecoroso, indecente para o nosso comandante Euller Chaves. Esse comandante, eu sou testemunha fiel, do trabalho que ele tem feito na nossa corporação, é um humanista, um professor, e vem realizando um trabalho maravilhoso”, afirmou Capitão Antônio em entrevista a uma rádio.

De acordo com o suplente, sob a administração de Euller Chaves a Polícia Militar da Paraíba tem vivido novos tempos, é “uma M mais moderna, mais equipada e mais preparada”. Para exemplificar os elogios, Capitão Antônio citou as reduções que vem acontecendo nos crimes e mortes no estado nos últimos anos.

“O comandante foi injustiçado com essas colocações inapropriadas, descabidas e infelizes. Respeito e considero o deputado, assim como todos da Casa Epitácio Pessoa”, finalizou.

Comente