Após assinatura de contratos de edital da Funjope, cineastas dizem que demora prejudica produção

    0

    A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) assinou contrato, nesta sexta-feira (2), com os diretores e produtores culturais contemplados no Prêmio Walfredo Rodriguez de Cinema. No total, 16 contratos foram fechados, correspondentes a três longas (dois de ficção e um documentário), três telefilmes e 10 curtas-metragens.

    O cineasta Torquato Joel comemorou o fato, que aconteceu depois de diversas manifestações do Fórum Permanente do Audiovisual de João Pessoa para o proteger o direito dos produtores e diretores de receber a verba.

    “Estamos mais confiantes, mas vamos aguardar os pagamentos para comemorar. No edital anterior (Walfredo Rodrigues 2012) a gente teve muita dificuldade em receber as parcelas. Temos expectativas em iniciar os projetos, mas a maioria dos filmes, principalmente os longa-metragem, só vão ser iniciados em março”, afirmou o cineasta.

    Torquato revelou que toda essa demora prejudicou as produções audiovisuais, em particular o projeto dele.”A realidade é dinâmica, o roteiro que pensamos já se modificou, os personagens já mudaram. Temos credibilidade lá fora, somos um dos estados do país com um numero grande de produção. Queremos mostrar a cara da Paraíba para a Paraíba e para o resto do Brasil”, disse.

    O cineasta também lamentou a falta de empenho e a morosidade com a pauta cultural.

    “Essa dificuldade em cumprir um


    edital, assinar contratos e repassar as verbas revela uma má vontade do poder público, e uma falta de visão cultural. É importante uma política cultural para geração de emprego e renda, identidade cultural, e turismo local”, desabafou Torquato.

    A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) repassará o montante de R$ 1,125 milhão (dos R$ R$ 3,375 milhões totais previstos no edital), dividido em cinco parcelas iguais de R$ 225 mil, que começam a ser pagas no próximo dia 25, até fevereiro de 2016, quando entram os R$ 2,25 milhões restantes, oriundos do Fundo Setorial de Audiovisual (FSA), alocados pela Agência Nacional de Cinema (Ancine).

    Comente

    Antares

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here