Apagões: Prefeitura de CG deve incorporar maternidade ao Hospital da Criança

Medida será adotada após a unidade registrar dois apagões em menos de um mês. O último ocorreu na terça-feira

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD) anunciou, na tarde desta quarta-feira (15), que vai incorporar a maternidade do Instituto Saúde Elpídio de Almeida (Isea) ao Hospital da Criança, construído durante a gestão Romero Rodrigues, mas que ainda não funciona.

A medida será adotada após a unidade registrar dois apagões em menos de um mês. O último ocorreu na terça-feira (14).

De acordo com Bruno, o projeto para solucionar os problemas técnicos que atingem a unidade deve ser concluído em março. Ele ainda pediu união da classe política para realização da obra da nova unidade, que contará com 250 leitos na primeira fase, com possibilidade de ampliação.