Antonino Macedo assume presidência do Campinense e promete convocar novas eleições

O Campinense vive um momento agitado nos bastidores. Com a posse de Antonino Macedo, o Rubro-Negro tem, agora, o terceiro mandatário à frente do clube em menos de um ano. E novas mudanças ainda vão acontecer. Isto porque a primeira missão do novo comandante da Raposa, que terá um mandato de 60 dias, é a de unir os membros do Conselho Deliberativo para convocar novas eleições para a presidência. Ao mesmo tempo, Antonino Macedo assegurou que vai seguir o planejamento da montagem do elenco para a temporada de 2019, como já vinha acontecendo anteriormente.

Publicidade
ALPB

Mesmo com a incerteza sobre o futuro de William Simões, hoje afastado da presidência pelo envolvimento na Operação Cartola, que investiga esquemas de manipulação de resultados no futebol paraibano, Antonino buscará a convocação de novas eleições já nos próximos 30 dias.

– Eu tenho um mandato de 60 dias para que em 30 dias eu junte o pessoal e possa convocar as eleições. Ainda existe o problema de William que está afastado , tramitando na justiça e se ele for inocentado pode voltar. A gente tem que, juridicamente, olhar todos esses casos. Mas de antemão antecipo que o Campinense não vai parar – afirmou Antonino Macedo.

Além das eleições, Antonino precisa manter o Campinense nos trilhos para 2019. A equipe irá participar do Campeonato Paraibano, Copa do Brasil e Série D do Brasileirão. O novo presidente já avisou que o trabalho na Raposa não irá parar com a mudança.

– Estamos tocando a obra no Renatão, vamos falar com o treinador Diá, as contratações estão sendo feitas, temos que conseguir mais patrocinadores e juntar os verdadeiros raposeiros para tocar o barco e seguir em frente. gente vai fazer uma harmonia total com o pessoal. Vamos tocar o barco tranquilo. A torcida pode ficar tranquila que o Campinense vai caminhar. Outras crises já aconteceram e demos a volta por cima, não é agora que o Campinense vai parar – ressaltou o presidente interino.

As dúvidas agora pairam sobre a postura que o técnico Francisco Diá deve tomar diante de mais uma mudança. Vale lembrar que o treinador havia deixado a permanência no grupo em aberto após a saída de William Simões e o novo comando de Félix Braz. O imbróglio entre diretoria e técnico foi solucionado, mas agora a Raposa tem uma nova mudança.

Antonino está confiante que não terá novos problemas com Francisco Diá.

– Diá é um grande treinador, é um cara gente boa que gosta do Campinense e a torcida gosta do Diá. Nós vamos manter com ele o que foi acertado com o presidente anterior. Diá é um cara gente fina. Não teremos problema nenhum. Tenho confiança nele e na comissão técnica. E eu acredito que ele terá confiança em nós também porque não vamos fazer coisas que não devem ser feitas, vamos fazer coisas dentro do que o Campinense pode – finalizou o interino.

O mandatário toma posse na noite desta quarta-feira em reunião extraordinária com o Conselho Deliberativo. O encontro servirá também para que Givaldo Severo ocupe o cargo de presidente do conselho deixado por Antonino Macedo. Com GE/PB.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]