Antonia Fontenelle critica Juliette após desabafo sobre xenofobia: “te manca”

Antonia Fontenelle voltou a falar da cantora paraibana Juliette Freire em suas redes sociais nesta terça-feira (14). A apresentadora mandou um recado para a ex-BBB após ela dizer que pode ter sido reprovada em um teste de dublagem por conta de seu sotaque nordestino.

“Vou aproveitar agora porque não vou deixar isso passar batido não. Uma moça ex-BBB que insiste em ser atriz, cantora, não sei o que…sem estudar. Ela e sua mania de acusar todo mundo de xenofobia. Inclusive ela me arrumou um problema muito grande com essa palhaçada dela. Ela foi fazer um teste de dublagem com projeção internacional e chegou lá pediram pra ela neutralizar o sotaque, mais do que normal, e ela foi acusar a produção de xenofobia. Querida, deixa eu te falar uma coisa: Susana Vieira é carioca, ela fez a Maria do Carmo que é uma nordestina. Quando pediram pra ela fazer sotaque de nordestino, você acha que ela acusou diretores da novela de xenofobia?”, disparou.

Antonia continuou: “Eu queria te pedir: te manca, vai estudar! Para de ficar acusando as pessoas de xenofobia. Existe uma coisa chamada personagem, perfil de personagem, que é importante que você entenda. O sotaque era nordestino? Não, não era. Senão não teriam pedido pra você neutralizar…. Não tem a ver com xenofobia, tem a ver com arte, coisa que você desconhece. Você quer passar na frente, quer furar fila, vai estudar garota, pé no saco, isso que você é!”

Durante uma live, Juliette revelou que foi chamada para dublar uma personagem em um filme de nível internacional, mas um dos pedidos foi para que ela neutralizasse seu sotaque. A ex-BBB não aceitou e teve a voz descartada da produção.

Diante da repercussão, a cantora voltou às redes e postou: “Vou deixar um recado para os haters, que hoje estou irritada: vão escutar sotaque nordestino em grandes publicidades, sim! Porque nós somos múltiplos, nós consumimos, nós consumimos também outros tipos de músicas além do forró, além da nossa cultura tão bonita. A gente canta rock, rap, funk, hip hop, tudo também, sabia?”

Com Glamour