- Publicidade -
Política

Antigo aliado de Temer, Cássio critica presidente por novo aumento no gás de cozinha

O senador paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB), uma das lideranças que defendeu o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), e antigo aliado do presidente Michel Temer (MDB), agora faz duras críticas ao chefe do Executivo nacional. O mote da vez foi o novo reajuste do preço do gás de cozinha, que subiu 4,4%.

- Continua depois da publicidade -

“O governo Temer voltou a aumentar o preço do gás de cozinha, prejudicando e comprometendo o orçamento das famílias brasileiras. Insiste em manter uma política equivocada de preços praticada pela Petrobras, sem qualquer compromisso com a vida das pessoas, principalmente da população mais pobre. Vamos nos posicionar de maneira firme contra mais esta demonstração de insensibilidade do Governo Federal”, disse.

Antiga aliança

Até o ano passado, quando Michel Temer ainda não era tão impopular, Cássio tecia elogios e aparecia em eventos ao lado do presidente. Em uma reunião ministerial em maio de 2017, Cássio elogiou Temer por não pautar seu governo em “populismo”. Meses antes, na inauguração “oficial” da Transposição na Paraíba, Cássio agradeceu a Temer pela entrega da obra – que em sua maior parte foi executada por outros governos – e pediu que os paraibanos aplaudissem o presidente.

Comente

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar