Anitta mostra detalhes de sua religião no Instagram e perde seguidores

Foto: Getty Images/Reprodução

Anitta começou a semana causando nas redes sociais. A “Poderosa” virou assunto após anunciar seu novo clipe, Aceita, que será lançado na próxima quarta-feira (15/5) e mostra cenas do terreiro de candomblé que frequenta.

Na publicação, a cantora mostrou imagens da casa e dos rituais, citou sinopse da Unidos da Tijuca para o Carnaval 2025, que será dedicado a orixá Longun Edé, e acabou perdendo seguidores.

“Yorubá. Orixá. Eu sou Longun Edé, o grande príncipe herdeiro da raça dos meus pais! Tenho a sensibilidade e a inteligência da minha mãe e a bravura e astúcia do meu pai. Como caçador e pescador, sou minha própria natureza. Eu sou o único capaz de unir todos os mundos. Eu sou o equilíbrio entre homens e mulheres”, começou a artista.

E seguiu: “Sou adorado nos lugares sagrados do Brasil. Com Severiano, levantei a casa de Kalé Bokum na Bahia. Com Zezito, minhas forças chegaram ao Rio de Janeiro, onde cheguei com a Corte Real de Ijexá. Estou presente em todos aqueles que me reconhecem como o ‘filho santo que os velhos respeitam’, como dizia Madre Menininha do Gantois”, dizia na legenda das fotos, antes de completar:

Veja postagem:

“Eu sou a força da juventude no tempo. Estou no presente, olhando para o futuro. Estou no passado, onde reivindico tradições. Estou no futuro onde meu legado é imortal! Eu nunca morro”, garantiu.

E finalizou, contando que o texto faz parte da sinopse da Unidos da Tijuca: “Também estou no desafio dos limites. Neste mundo de afrontas, sou o combate à humilhação dos indivíduos subalternizados, empobrecidos e constrangidos simplesmente por existirem. Audácia é meu nome contra aqueles que negam uma vida plena e digna aos jovens negros”, encerrou.

Nos stories, Anitta se pronunciou sobre as pessoas que deixaram de segui-la por conta da religião: “Perdi 100k seguidores depois de anunciar o clipe que vou mostrar minha religião. Laroyê Exu tirando dos meus caminhos tudo o que já não me serve mais. Nessa minha nova fase, escolhi qualidade, não quantidade. Axé”, disparou.

Apesar da “debandada” de internautas, a cantora recebeu muitas mensagens de apoio nos comentários da publicação: “Meu Deus, vem aí o maior clipe de todos 🗣️”, afirmou uma. “Ela nunca decepciona 😍😍😍”, elogiou outra. “Revigorando o Axé ❤️”, apontou um terceiro. “Só imagens lindas 🙌🙌🙌 Asè!!!!🍀🤍”, escreveu mais uma.

Amigas famosos também se manifestaram sobre o assunto: “Logunô akofa!!! 🍃🍃🍃”, postou Gaby Amarantos. “Axé, minha irmã. Que meu Pai Oxumarê e minha mãe Oxum nos abençoem sempre e nos deem força para encarar essa sociedade preconceituosa de cabeça erguida levando e levantando a bandeira de nossa fé, de nossos orixás, de nosso Axé 🐍🌈❤️”, apontou a ex-BBB Ariadna Arantes. ”

Desabafo após intolerância religiosa

Após postar foto com seu pai de santo, Sérgio Pina, no fim de 2021, Anitta foi atacada na internet por professar a religião candomblé. A cantora usou sua conta do Instagram para rebater aos comentários intolerantes: “Bom dia sem filtro, muita gente falando merda, hein. Muita gente falando merda”, disse a artista, que dublou um áudio viral da atriz Katiuscia Canoro.

Ainda na postagem, Anitta escreveu: “Eu amo esse áudio, passa para o lado para ver outra coisa que amo”. Em seguida ela postou uma foto no terreiro onde frequenta há oito anos ao lado de seu pai, Mauro Machado, o irmão, Renan Machado, e Sergio, considerado um Ekedi em sua religião.

Anitta, que já deixou claro sua fé, recebeu comentários negativos, como: “Essa está carregada, por isso essa fama toda”, “Está explicando de onde vem o sucesso dela” e “Nunca foi sorte, sempre foi macumba”. A cantora é uma ativista na luta contra a intolerância religiosa.

Anitta revela por que deixou a Igreja Católica

A cantora Anitta comentou sobre sua vida pessoal e sua carreira em entrevista à revista Harper’s BAZAAR americana, em maio do ano passado. Em certo momento, a brasileira falou sobre sua religião e revelou por que deixou a Igreja Católica.

Anitta começou a cantar na igreja aos 7 anos, ao lado do avô, que tocava piano. Seu desencanto com a religião, no entanto, começou após um padre ser expulso por homenagear “a cultura negra e a religião negra” no Dia da Consciência Negra.

“Fiquei muito frustrada e não queria voltar”, disse Anitta à publicação americana.

Após se desviar da Igreja Católica, Anitta se voltou ao candomblé, religião de seu pai. “Quando vem das comunidades pobres, as pessoas veem isso como uma coisa ruim. Quando vem dos negros, quando vem dos índios, quando vem dos asiáticos, todas as pessoas que sofrem racismo, acho que essas religiões sofrem mais”, disse ela. Do Metrópoles.