- Publicidade -

Anísio ‘alfineta’ família de Raissa: “adoravam dar esmolas aos pobres de sua cidade”

Após a vereadora Raissa Lacerda (PSD) ter reiterado o seu discurso de ódio contra o PT na tarde desta quinta (19), o deputado estadual Anísio Maia (PT), relatou em alguns momentos até em tom descontraído sua opinião sobre as declarações da vereadora. E destacou seu contentamento pelo fato da vereadora ter assumido fazer parte da direita.

- Continua depois da publicidade -

“Diante dessa manifestação nervosa de ódio ao PT, a Dilma e a Lula, eu quero dizer que enquanto o partido dela o PSD, esteve à frente do Brasil, o povo não tinha vez”, relatou o deputado.

Anísio Maia fez também um comparativo da linha da pobreza durante o governo do PT, na Paraíba, e no período em que o José Lacerda Neto, pai de Raíssa, foi vice-governador de Cássio Cunha Lima (PSDB).

“O povo começou a ter vez quando o PT entrou no poder. Os pobres que viviam lá na cidade dela, São José de Piranhas, quando tinha seca, comia farinha e morria de fome. Os pobres pediam esmola e eles adoravam dar esmola de sua cidade. E foi por causa da esmola que eles foram eleitos várias vezes”, alfinetou Anísio.

Anísio Maia ainda parabenizou a vereadora por ter assumido seu posicionamento de direita e na opinião dele, por ter assumido estar contra o povo.
“A vereadora Raissa Lacerda, assumida da direita, defendendo os maus tratos ao povo, sendo contra o Bolsa Família, contra os gastos e contra os benefícios sociais. A direita que acha que o povo não pode ter direito algum. Parabéns Raissa Lacerda, por ter tido a franqueza de expor suas opiniões”, ironizou Anísio.

Sobre as declarações de Raissa afirmando ser anti-petista, o deputado declarou que “ela deixou de ser petista depois que Cartaxo saiu do PT. Políticos do estilo de Raissa Lacerda são por natureza governistas. A ideologia da direita é a do poder. Ela é capaz de subir em qualquer palanque, se o PT chegar ao poder, ela se aproxima novamente. Quando o PT estava no poder, ela tinha o maior respeito”.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar