Análise do pedido de afastamento do prefeito de Lucena é adiada para fevereiro

Inicialmente, o pedido seria discutido nesta quarta-feira (26), mas a data foi alterada após reunião com o gestor

O pedido de afastamento do prefeito de Lucena, Léo Bandeira, do cargo será analisado no dia 4 fevereiro, após o recesso da Câmara do município, conforme informações do vice-presidente da Casa, Arnóbio Franco.

Inicialmente, o pedido seria discutido nesta quarta-feira (26), mas a data foi alterada após reunião com o gestor.

O pedido de afastamento se deu devido aos erros na vacinação de crianças de 5 a 11 anos, com vacinas vencidas e com doses para adultos.