ALPB efetiva doação de R$ 2 mi ao Estado para enfrentamento à pandemia do coronavírus

Recursos doados são oriundos da economia gerada com o congelamento da Verba Indenizatória de Apoio Parlamentar (VIAP)

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) repassou, nesta quarta-feira (8), R$ 2 milhões para as secretarias estaduais de Desenvolvimento Humano e de Educação, Ciência e Tecnologia para serem aplicados no combate à pandemia do coronavírus (Covid-19). A doação foi feita através do Programa de Apoio do Poder Legislativo ao Enfrentamento do Coronavírus na Paraíba, criado em maio deste ano pelos deputados estaduais.

De acordo com o presidente da ALPB, Adriano Galdino, depois de vencer toda uma burocracia, o repasse foi feito, destinando R$ 1 milhão para a Secretaria de Desenvolvimento Humano, para a compra de feiras que serão distribuídas pelo Exército Brasileiro em diversos municípios do Estado; e de R$ 1 milhão para a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia para ser gasto com pesquisa referentes à Covid-19.

Os recursos doados são oriundos da economia gerada pela ALPB com o congelamento da Verba Indenizatória de Apoio Parlamentar (VIAP), e outras economias determinadas pela Mesa Diretora, como devolução de carros alugados e revisão de contratos, durante o período de suspensão das atividades presenciais na sede da Assembleia.

A Casa Epitácio Pessoa também comprou e distribuiu mais 100 mil máscaras a profissionais de saúde de todo o Estado, além de trabalhar remotamente neste período de quarentena produzindo leis para proteger os paraibanos do coronavírus e dos impactos financeiros da crise gerada pela pandemia.

Pesar

Dois votos de pesar foram aprovados pela Assembleia durante a sessão remota realizada na manhã quarta-feira, através de videoconferência, às famílias do ex-secretário de Educação do Estado, professor Iveraldo Lucena, e do vereador (Derluiz) Dedé Ribeiro, do município de Alagoa Grande.

As proposituras foram apresentadas pela deputada Cida Ramos (PSB), com relação ao falecimento do professor Iveraldo, acometido de câncer; e pelo deputado Bosco Carneiro (PPS), com relação ao vereador Dedé, que morreu de covid-19.

Comente