Aguinaldo sobre reforma Tributária: “estamos empenhados no debate com todos os setores”

Seguindo agenda intensa de debates acerca da Reforma Tributária, da qual é relator na Câmara Federal, o deputado Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) esteve recentemente reunido com representantes da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), com chefes do sistema Onu Brasil, com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e com o autor da PEC 45, Baleia Rossi, além do presidente da Comissão Especial sobre o tema, deputado Hildo Rocha.

Na pauta da reunião com os deputados Baleia Rossi e Hildo Rocha, além de consultores e técnicos legislativos da Câmara, esteve o balanço do avanço nos principais pontos da reforma.

“Além deste balanço que é muito válido para continuarmos definindo a agenda necessária para este debate, nós discutimos os temas prioritários para contribuir com o trabalho da Comissão Mista que será instalada em breve” ressaltou o parlamentar.

Já no encontro com o presidente da UNICA, Evandro Gussi, e na Confederação Nacional das Indústrias, Aguinaldo pôde ouvir as questões e esclarecer indagações que ainda existem e que, de acordo com ele, através do diálogo devem ser esclarecidas no intuito da transparência e justiça, duas questões que estão sendo priorizadas na referida reforma.

“Há pelo menos trinta anos o Brasil aguarda por uma Reforma Tributária que consiga colocar ordem no confuso sistema atual. Estamos empenhados no debate com a sociedade, com o setor produtivo e com o poder público. É o diálogo que vai nos permitir aprovar a PEC 45 ainda neste semestre” declarou.

Com os chefes das agências do sistema Onu Brasil, o relator da PEC 45 debateu outra pauta importante: o desenvolvimento sustentável.

“A Onu do Brasil está empenhada nos objetivos do milênio para o desenvolvimento sustentável e esta pauta é muito importante já que a incorporação de tais objetivos pode desencadear uma mudança radical no processo de produção e criar um boom de investimentos em infraestrutura e tecnologias sustentáveis” pontuou o parlamentar.

Comente