Aeroporto Castro Pinto fica sem combustível e tem voo cancelado

O aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, em João Pessoa, não tem mais combustível, conforme informou a assessoria de imprensa da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), na tarde desta sexta-feira (25). Segundo a empresa, o abastecimento é aguardado. Um voo, da Avianca, que partiria às 15h30, com destino à Brasília, foi cancelado. Já um da mesma companhia aérea, que partiria de Brasília para a capital paraibana, às 12h, também foi cancelado.

A falta de combustível é um reflexo da paralisação dos caminhoneiros que acontecem em todo o país. Na Paraíba, as interdições nas estradas já chegam ao quinto dia.

Por meio de nota, a Avianca afirmou que está avaliando de perto a situação do abastecimento do combustível em cada um dos aeroportos e que precisou realizar alguns cancelamentos, para garantir a segurança da operação. A orientação é que clientes com voos programados para esta sexta-feira (25) e para os próximos dias entrem nos site da companhia e acompanhem as atualizações.

Além disso, a Avianca Brasil também solicita que aqueles que foram impactados pela greve entrem em contato por meio do número 4004-4040 para a remarcação de suas passagens em novos voos, com embarque até o dia 5 de junho, sem cobrança de taxa, nem pagamento de diferenças tarifárias.

Além disso, há voos programados para partirem de João Pessoa, entre a tarde desta sexta-feira e a manhã deste sábado (26), com destino a Brasília, Salvador, Rio de Janeiro e Recife, das companhias aéreas Avianca, Azul e Gol.

A Azul informou que, até as 16h38 desta sexta, não tinha registros de cancelamento em João Pessoa, que trabalha em um plano de contingenciamento para reacomodar seus clientes e que atualizações estão sendo oferecidas no site da empresa.

Por meio da assessoria de imprensa, a Gol declarou que está acompanhando a situação em tempo real e que, até às 16h49 desta sexta-feira, não tinha registrado atraso ou cancelamento em voos operados em João Pessoa, em decorrência de desabastecimento de combustível.

Cancelamentos em Campina Grande

Dos quatro voos marcados para esta sexta-feira (25) no Aeroporto João Suassuna, em Campina Grande, metade teve que ser cancelado por falta de combustível para as aeronaves. Este é o segundo dia em que voos são cancelados na cidade pelo mesmo problema. A falta de combustível acontece por causa do protesto de caminhoneiros nas rodovias na Paraíba.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) disse recomendar aos passageiros “com voos marcados para os próximos dias que consultem as empresas aéreas antes de se deslocarem para os aeroportos até que a situação se normalize”. As empresas adotaram planos de contingência e isentaram passageiros de taxa de remarcação de voos. Com G1/PB.

Comente