- Publicidade -
Política

Secretário de RC insinua que Cássio quer instalar estado de “terror” na PB

O secretário de Comunicação do Estado, Luis Tôrres, usou sua conta em uma rede social nesta quinta-feira (9) para questionar que políticos estejam querendo usar politicamente a polícia. “É impressão minha ou tem alguns poucos políticos incitando a violência na Paraíba?”, questionou.

- Continua depois da publicidade -

Tôrres teria se referido ao fato de que circula nas redes sociais fotos do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e do vice-prefeito da Capital, Manoel Junior (PMDB), em companhia de Zoraide Gouveia, presidente da Associação de Esposas, Mães e Pensionistas dos Policiais Militares (PMs) e Bombeiros Militares (BMs), e suposta líder do movimento que ameaça impedir o trabalho da polícia paraibana em sinal de protesto.

“Torcendo para que o terror registrado em outros estados cheguem à Paraíba sem pensar que as consequências afetam o povo paraibano”, lamentou o secretário, que ainda ironizou o fato do senador tucano gastar energia para este tipo de assunto e ter uma baixa produtividade legislativa, como divulgado pelo site politicos.org.br, que coloca Cássio em último lugar entre os senadores da Paraíba em desempenho e 420º na colocação geral.

Pelo que se tem difundido nas redes sociais, a ideia da entidade é repetir na Paraíba o mesmo que vem ocorrendo no Espirito Santo, onde esposas de policiais têm protestado em frente aos quarteis da PM, impedindo a saída de viaturas para fazer o policiamento das ruas do Estado.

Confira abaixo a postagem do secretário.

 

 

 

Zoraide Gouveia foi candidata a vereadora nas eleições de 2016 na coligação do prefeito de Campina, Romero Rodrigues.

 

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar