8 de janeiro: ex-assessor de Cabo Gilberto é preso por descumprir medidas cautelares

A Polícia Federal prendeu novamente Anderson Novais, ex-assessor do deputado federal paraibano Cabo Gilberto Silva (PL), por descumprir medidas cautelares impostas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Anderson Novais havia sido preso pela primeira vez no ano passado acusado de participar dos ataques às sedes dos Três Poderes, em Brasília, no dia 8 de janeiro de 2023.

Em contato com a imprensa, a defesa de Anderson defesa nega o descumprimento das cautelares impostas pelo STF e garante está de posse de certidões que comprovariam o comparecimento do investigado à justiça.

Anderson Novais é um dos líderes do grupo ‘Direita Mover’, que é considerado o principal movimento de Direita da Paraíba.