2ª rodada da Segunda Divisão do Paraibano é marcada por goleadas e atrasos nos jogos

Confiança 2 X 3 São Paulo Crystal

Uma hora e 15 minutos. Este foi o atraso para começar o jogo entre Confiança de Sapé e São Paulo Crystal, que apontou um empate em 2 a 2. A partida deveria começar as 15h, mas a bola só começou a rolar às 16h15 ontem à tarde no estádio Carneirão, em Cruz do Espírito Santo.

O problema que causou o atraso foi a falta de ambulância e médico. Com isso, o árbitro da partida Severino Lima Junior esperou 75 minutos que a diretoria do Confiança resolvesse questão, para finalmente autorizar o início do jogo. Sem iluminação, a partida não continuou quando o céu escureceu. A partida teve 72 minutos de duração, sendo finalizada aos 27 do segundo tempo, confirmando mais de dois terços do tempo normal.

Segundo o árbitro reserva, Gutemberg Pereira, a arbitragem esperou os 30 minutos regulamentares e depois seguiu a tolerância, pois tinha a garantia dos dirigentes do Confiança que o problema seria resolvido. O árbitro foi Severino Lima Junior, com Rafael Guedes e Geovane Silva, nas bandeiras.

Os dirigentes do São Paulo Crystal contestaram a realização da partida.

– O jogo não devia ter começado, pois a arbitragem sabia que teria este problema da iluminação. Mas, futebol é assim mesmo. A gente fica chateado mais temos de ter calma e partir para outro jogo – declarou o vice-presidente do São Paulo Crystal, Ironaldo Franco.

O estádio Carneirão já recebeu partidas no ano passado realizadas no período noturno, mas a informação é que para isso, o time mandante precisa contratar um sistema de geradores, pois a rede elétrica local não suporta a potência do sistema de iluminação do estádio.

Além deste episódio da falta de ambulância e médico, criado pela desorganização da diretoria do Confiança, outro fato deixou os são paulinos revoltados: o zagueiro Augusto, do Confiança, quebrou uma coluna do alambrado ao comemorar um dos gols do seu time.

Enquanto a bola rolou, os mais de 300 torcedores que compareceram ao Carneirão assistiram um bom jogo.

O São Paulo Crystal abriu o placar com Biro-Biro e Eriquinho empatou ainda no primeiro tempo. Nos 45 minutos finais, Ebinho fez o segundo do São Paulo Crystal e Fábio empatou logo depois. O placar de 2 a 2 seguiu até a disputa dos 18 minutos finais da partida, que foi paralisada aos 27 do segundo tempo pela falta de luz. Na continuação, na tarde de hoje (27), o São Paulo Crystal marcou mais um e garantiu a vitória por 3 a 2.

A renda somou R$ 1.945,00 e público de 209 pagantes e 40 sem pagar. Os dois times dividem a liderança do Grupo do Litoral com quatro pontos ganhos, cada.

O São Paulo Crystal agora vai encarar o Spartax, no estádio Almeidão. Já o Confiança terá pela frente o Internacional, de acordo com a tabela, no estádio Carneirão. As duas partidas estão marcadas para o próximo domingo, ambas às 15h.

Queimadense 0 x 8 Perilima

A segunda rodada da Segunda Divisão do Campeonato Paraibano para Queimadense e Perilima foi de muita dificuldade no estádio Romerão, em Galante, distrito de Campina Grande. Ao final da partida, Perilima venceu por 8 a 0. O jogo, que começou com 31 minutos de atraso por falta de policiamento no local, mostrou os percalços e as dificuldades que a competição tem para acontecer de modo geral.

A Perilima iniciou de forma ofensiva os primeiros minutos de jogo, mas a Queimadense tratou de neutralizar as chances e deu trabalho ao time visitante, que só conseguiu balançar a rede aos 38 minutos, quando Cesinha cruzou a bola para Silas que marcou o primeiro gol. Em seguida, aos 42 minutos, Manú sofreu uma falta dentro da área e Marcelinho Paraíba cobrou o pênalti que espalmou nas mãos do goleiro, mas o craque foi mais esperto e avançou, marcando o segundo gol.

A tensão da Queimadense era notável durante o segundo tempo. Com uma desvantagem de dois gols, o time tentou criar boas chances de gols, mas não obteve sucesso. A Perilima aproveitou as brechas deixadas pelo adversário e conseguiu fazer mais seis gols até o final do jogo, que foram marcados por Silas, Marcelinho Paraíba, Cesinha, Lucas Piauí e Manú.

O que chamou a atenção de todos foi às condições do estádio que é sede das partidas mandadas pela Queimadense. Fora dos padrões, o campo prejudicou os resultados dos dois times, a começar da grande área, que foi marcada num tamanho quatro metros menor do que o padrão e, minutos antes da bola rolar, foi redesenhada, fazendo com que a área estivesse dividida em três.

Além disso, as traves tinham altura inferior à medida padrão. De acordo com a análise da partida feita pela comissão técnica da Perilima, duas bolas que bateram na trave, teriam entrado se ela tivesse a dimensão padrão que é exigida para a realização de partidas oficiais.

As dimensões do campo em largura, comprimento e área de escape também tinham medidas inferiores ao padrão mínimo exigido. Não bastasse isso, também se sentiu falta dos bancos para jogadores reservas e comissão técnica, que permaneceu em pé durante os 90 minutos.

Com relação ao atraso do policiamento, segundo a diretoria do time mandante, foi enviado o ofício solicitando a presença da Polícia Militar, mas mesmo assim houve um atraso de meia hora para sua chegada que ocasionou, consequentemente, o atraso da partida.

Sport e Femar também vencem

Ainda na rodada de ontem, o Sport e o Femar se deram bem, conquistando vitórias importantes na Segunda Divisão do Campeonato Paraibano.

Enquanto o time de Lagoa Seca foi até Cuité e derrotou a Picuiense por 3 a 1, o Femar goleou o Nacional de Pombal por 5 a 3, em Sumé. Na primeira partida, o Sport já havia vencido a Queimadense por 3 a 0 e agora, a equipe já acumula seis pontos na tabela de classificação.

O técnico do Sport, Edson Ferreira, já havia adiantado que o clima era de respeito ao adversário, mas que o time não ia poupar esforços para brigar por um novo resultado positivo.

Por outro lado, a Picuiense na primeira rodada foi goleada por 6 a 0 pela Perilima, que tem sido uma das sensações da edição deste ano do campeonato.

Em Sumé. O Femar tinha todos os motivos para aplicar uma nova goleada. Jogando em casa pela primeira vez na competição e com um ingrediente especial – a presença da sua torcida – o time foi com tudo para cima do Nacional de Pombal e venceu por 5 a 3, em jogo realizado no estádio Jacintão na tarde de ontem.

Na primeira rodada, a Águia Bicolor goleou o Sabugy por 7 a 2 e na partida de ontem até chegaram a abrir uma sonora goleada de 5 a 1, mas acabaram sofrendo dois gols em menos de três minutos, marcados pelos jogadores do Camaleão.

No domingo, o Femar encara o Esporte de Patos, enquanto que o Nacional de Pombal enfrenta o Sabugy.

Outros jogos

Em Lucena, o Internacional-PB bateu o Spartax por 3 a 0, pelo grupo do litoral. No grupo do Sertão, o Esporte de Patos venceu o Sabugy em mais uma goleada na rodada. O Patinho atropelou o rival pelo placar de 5 a 0. Do Voz da Torcida.

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]