Pleno do TRE julga improcedente Aijes contra Ricardo e Maranhão

    Por unanimidade o pleno do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) decidiu na tarde desta quinta-feira (04), improcedentes  as duas Ações de Investigação Judicial Eleitoral (AIJEs) envolvendo o governador  Ricardo Coutinho (PSB) e o senador eleito José Maranhão (PMDB), referente às eleições de 2010.

    A primeira ação julgada foi referente a investigação do ‘Caso Cuiá.  O governador, o vice Rômulo Gouveia (PSD) e outros eram acusados pelo então candidato José Maranhão e pela Coligação Paraíba Unida de ter recebido verba da Prefeitura de João Pessoa para usar na campanha eleitoral.

    Publicidade
    ALPB

    No segundo processo analisado pela Corte as partes se inverteram. Dessa vez, a coligação de Ricardo Coutinho, Uma Nova Paraíba, moveu ação contra o então governador  José Maranhão alegando o uso indevido de meios de comunicação na campanha  eleitoral de 2010.

    O relator das Aijes, Tercio Chaves de Moura, decidiu pela perda de   objeto dos casos.

    Comente

    Camara Municipal

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    E-mail: [email protected]